Jovem recebe extrato da maconha por correio e é preso pela Polícia Civil

Um rapaz de 21 anos foi preso pela equipe da Polícia Civil em Cianorte, depois de receber quase oito gramas do extrato da maconha, conhecido como Crumble, por correio. Jovem ainda recebeu de brinde pela encomenda um ponto de LSD. Esta foi a primeira vez que a equipe da PC apreendeu a droga “em forma de pasta” em Cianorte. Ocorrência foi registrada em uma casa localizada no Jardim Verdes Campos, nesta quarta-feira, 23.

A equipe policial recebeu uma informação anônima pelo WhatsApp de denúncias de que um morador da Rua Veneza, no Jardim Verdes Campos, receberia uma encomenda de uma maconha especial e que a transformaria em cigarros para a venda.

De acordo com o delegado Carlos Stecca, a partir da informação, os policiais iniciaram diligências para confirmar a informação. A equipe identificou a casa e o jovem que receberia a droga pelos correios.

“A partir da informação, montamos uma vigilância e iniciamos o monitoramento da residência. Até que por volta das 16 horas o entregador dos Correios fez a entrega da encomenda ao sujeito, o jovem de 21 anos, que recebeu e assinou. Após isso, foi realizada a abordagem”, contou o delegado.

Ao ser questionado, o rapaz afirmou que dentro da encomenda teria droga e ainda autorizou a abertura do pacote. “Constatamos que dentro de um case preto, pra despistar qualquer suspeita, havia um pequeno involucro plástico com um ponto de LSD e mais 7,8 gramas de uma substância que seria o extrato da maconha”, esclareceu. Segundo o rapaz, ele comprou a droga pela internet e que o ponto de LSD era brinde da aquisição.

Como explicou o delegado, a substância tem vários nomes, um deles é Crumble. “Essa droga é utilizada para fazer cigarro de tabaco de fumo comum. E com uma pequena quantidade dessa substancia no cigarro, ele fica até com mais poder alucinógeno que o próprio cigarro de maconha”, afirmou. “O cigarro de maconha comum, tem pouca concentração de THC, uma vez que muita dessa droga que é vendida é misturada com outras  substâncias, como até estrume de cavalo”, acrescentou Stecca.

Segundo o delegado, a uma substância apreendida é diferente. “É a primeira vez que a há apreensão dela aqui em Cianorte. E, apesar da pouca quantidade, cada grama dela é capaz de resultar em até 150 ou 200 cigarros. Então diante da quantidade apreendida, aproximadamente 1,5 mil cigarros poderiam ser feito pelo indivíduo”, disse o delegado. Conforme Stecca, eles seriam vendidos como cigarros comuns, aparentemente lícito, mas em seu interior haveria o THC.

Ainda em busca pela residência do rapaz, a equipe policial ainda entrou mais uma porção de maconha, uma quantidade de fumo – que seria usada para fazer os cigarros com o crumble –, e o celular do detido. Segundo o delegado, ele não autorizou o desbloqueio do celular e ainda disse que haveria conteúdos que poderiam o comprometer.

O jovem recebeu voz de prisão em flagrante pelo crime de tráfico e foi conduzido até a Delegacia de Polícia Civil de Cianorte. O detido já possuía uma passagem recente pela polícia por tráfico de drogas há cerca de dois meses, quando ele e o pai foram presos em flagrante.

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *