Ano letivo começa com aulas remotas

Da Redação

O ano letivo de 2021, nas escolas estaduais e municipais do Paraná foi iniciado oficialmente ontem, 18. Nessa primeira semana, os alunos permanecem com as aulas remotas, revendo os principais conteúdos trabalhados no ano anterior através da TV, Canal Aula Paraná, aplicativo Aula Paraná e fazendo atividades pelo Classroom, como funcionou no ano passado. O modo híbrido vai ser implantado a partir do dia 1º de março.

Durante essa semana os profissionais da educação preparam as escolas para um ano letivo diferente de todos os outros, com alunos em distanciamento social, com máscaras, e recreios sem aglomerações.

Nas 15 estabelecimentos municipais de ensino, o retorno será realizado de maneira gradual, em grupos e com revezamento, seguindo um cronograma elaborado pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura.

De imediato, a Educação de Jovens e Adultos (EJA), Classes Especiais e Salas de Recursos Multifuncionais devem retornar para as aulas presenciais. As Salas de Apoio à Aprendizagem começam dia 01 de março, e no dia 08 de março será a vez das séries de 5º ano do Ensino Fundamental. As datas serão informadas conforme o avanço do calendário.

Escolas estaduais 

A partir do dia 01 de março, a oferta de aulas acontecerá de forma presencial, e por revezamento. O Ensino ocorrerá com a presença do professor e dos estudantes na sala de aula e simultaneamente ocorrerá a transmissão de aulas aos estudantes cujos pais não optaram pelo retorno presencial ou que estejam em um revezamento para que se respeite o distanciamento e limite de alunos por sala de aula.

Até o início dessa semana é esperado em torno de 40% dos alunos de escolas estaduais, retornando no formato presencial.

Os alunos que não estiverem presencialmente e que possuem acesso a equipamentos e internet poderão ser atendidos pelas aulas virtuais, ao vivo, via Google Meet, ou com aulas gravadas e que ficarão disponíveis nos mesmos canais. Os alunos que não tiverem acesso a equipamentos e internet receberão as trilhas de aprendizagem impressas semanalmente.

Para garantir a segurança dos alunos e profissionais, foi criada uma Comissão de Biosegurança em cada escola, e uma no Núcleo Regional de Educação. Esta comissão local tem a função de preparar o ambiente de maneira adequada, atendendo as resoluções da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), no protocolo de volta às aulas, ajudar na organização do espaço escolar, monitorar constantemente o cumprimento do protocolo.

Relatórios quinzenais serão enviados a SESA, com informações do cumprimento de protocolo e informações de professores, funcionários ou alunos com casos confirmados ou suspeitos de Covid,

CMEIs

A decisão do retorno presencial será tomada por cada município. Em Cianorte, profissionais da educação estão se reunindo com os pais dos alunos para informar as datas e de que forma será feito o revezamento.

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade da Tribuna de Cianorte.