Sanepar sugere parcelamento para facilitar o pagamento das faturas em atraso

O fornecimento de água durante o período de isolamento social e emergencial, devido ao coronavírus, não será interrompido e não tem prazo para corte. Mesmo que haja o inadimplemento, a Sanepar não irá interromper o serviço e ainda orienta à população a acertar as dívidas. A empresa está à disposição para tratar de parcelamentos e ajudar quem esteja inadimplente.

Conforme destacou a Defensoria Pública do Estado do Paraná (DPE-PR) logo no início da pandemia, essas medidas visam enfrentar a emergência de saúde pública. Além disso, o corte nestes serviços básicos (tanto de água, quanto de energia) implicaria em riscos à saúde e higiene da população. Essas recomendações são válidas até enquanto durar o estado de pandemia do vírus.

De acordo com o coordenador de clientes da Sanepar, Rafael Sereia, a empresa está disponível para colaborar por meio de parcelamento do pagamento e orienta para que a população sempre busque acertar as contas mais antigas. “O que temos sugerido, é que a pessoa busque sempre acertar as contas mais antigas, mas nos colocarmos à disposição pra fazer um parcelamento para que, de maneira mais facilitada, todos consigam conseguir arcar com a despesa daqui pra frente”, reforçou o coordenador.

De acordo com a Sanepar, a suspensão das ações de cobrança é uma excepcionalidade que não exime o cliente do pagamento da conta de água/esgoto, uma vez que o Decreto Estadual nº 3926/88 que regulamenta os serviços da empresa, dispõe que a Sanepar não pode prestar serviços gratuitamente ou com abatimento.

Segundo Sereia, muitas pessoas ficaram sem emprego durante o período de pandemia,  o que fez com que faturas ficassem com o pagamento atrasado, mesmo com a retomada das atividades econômicas. “As pessoas ficaram sem emprego e agora com a retomada da economia, ela retomou, mas está com faturas atrasadas. Então pode procurar a Sanepar e podemos fazer um parcelamento”, ressaltou.

O coordenador ainda disse que muitas pessoas já estão entrando em contato com a Sanepar para resolver a situação e buscaram o parcelamento. “Temos orientado, os agentes são questionados, “como faço?”, “Estou devendo posso procurar a Sanepar?”. Busque a empresa, procure central que a gente faz um parcelamento”, concluiu.

Além das centrais de relacionamento, a Sanepar tem nas cidades de abrangência da Amerios e Amenorte o e-mail [email protected] que pode ser utilizado para solicitação de diversos serviços. Além disso, em caso de dúvidas o cliente pode ligar para 0800 200 0115.

Lei

Conforme informações da empresa, a Sanepar, desde o dia 22 de abril, cumpre a legislação do Governo do Estado do Paraná (Lei Ordinária Estadual nº 20.187) que dispõe sobre diretrizes e medidas de saúde para o enfrentamento e intervenção imediata em situação de emergência em caso de endemias, epidemias e pandemias. A lei proíbe, no artigo 3º, que as concessionárias de serviços de energia elétrica, gás, água e de esgoto realizem o corte do fornecimento de serviços, especificamente enquanto durarem as medidas de isolamento social da pandemia do coronavírus.

Abastecimento

De acordo com informações da Sanepar, apesar da estiagem prolongada em muitas regiões do Paraná, amenizada com as chuvas dos últimos dias, a empresa opera dentro da normalidade todos os sistemas produtores de água da região Noroeste. Segundo a empresa, não há previsão de racionamento ou rodízio no abastecimento para a região. Mesmo assim, a Sanepar orienta a população a fazer o uso racional da água, evitando desperdícios.

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade da Tribuna de Cianorte.