Programa Paraná Trifásico está em implantação em Terra Boa e Tapejara

Da Redação e Assessorias

O programa Paraná Trifásico implantado pela Companhia Paranaense de Energia (Copel) já está em obras em na região. O programa vai garantir energia de mais qualidade, com maior segurança, e proporcionar o acesso do produtor rural à rede trifásica a um custo muito inferior ao que hoje é pago. As equipes de construção estão em campo atualmente em Terra Boa e Tapejara.

De acordo com os dados da Copel, entre os 33 municípios que pertencem à região que liga Umuarama a Campo Mourão, 350 quilômetros de rede trifásica foram projetados, destes, 235 já foram concluídos, além de outros 280 que estão em execução. Na região Noroeste do estado são projetados cinco mil quilômetros, com 775 deles concluídos.

Tuneiras do Oeste é o município que concentra a maior extensão de novas redes para a área rural, com 45 quilômetros de redes concluídas e mais 49 em execução.

De acordo com o gerente regional de Obras, Fernando Luís Bergamasco, a prioridade para a região é promover a interligação entre municípios. “Objetivo é garantir alternativas de fornecimento e dar maior flexibilidade à operação das redes. Serão instalados mais de 100 quilômetros de redes que vão interligar Araruna, Moreira Sales, Cianorte, Tuneiras do Oeste, Goioerê e Janiópolis”, citou Fernando.

EMPREGOS

Em obras desde maio de 2020, o programa precisou dobrar o número de funcionários para atender a região entre Umuarama e Campo mourão. Sessenta novos empregos diretos foram gerados, além de movimentar os restaurantes, oficinas mecânicas, e postos de combustíveis que atendem as equipes. Mais uma licitação deve ser realizada nos próximos meses e permitir a contratação de 14 a 17 funcionários, que serão divididos em mais duas equipes para atender a demanda.

PARANÁ

Desde que começou a ser implementado, o programa Paraná Trifásico entregou 4.285 quilômetros de novas redes de energia elétrica, construídas por todo o Estado. As obras concluídas já beneficiam 198 municípios paranaenses, que receberam a nova rede, trifaseada e com redundância no atendimento, com interligações. A Copel vai investir R$ 2,1 bilhões para alcançar todos os cantos do Paraná.

A extensão do cabeamento instalado equivale a seis vezes a distância entre as cidades de Foz do Iguaçu e Paranaguá. O Paraná Trifásico vai construir 25 mil quilômetros de redes trifásicas até 2025. Até o fim de 2021, serão concluídos 6,5 mil quilômetros.

“A implementação do programa, o maior do gênero no País, está andando a passos largos”, afirma o presidente da Copel, Daniel Slaviero. “Vamos contribuir para o desenvolvimento do Estado, fornecendo infraestrutura de qualidade para que o pujante setor agropecuário paranaense tenha condições de crescer ainda mais”.

PROGRAMA TROCA POSTES

ANTIGOS E REFORÇA SEGURANÇA

Os novos cabos com capa protetora isolante têm nível de resistência reforçada quando atingidos por galhos de árvores ou outros objetos. O programa também retira os postes antigos do meio das plantações e coloca postes novos nas estradas rurais, o que facilita o acesso dos técnicos.

As linhas que estão sendo construídas têm conexões inteligentes com a central de monitoramento da rede, chamados de religadores automáticos. Esses equipamentos têm capacidade para identificar problemas e podem religar a energia sem precisar de interferência humana.

Culturas que dependem da energia elétrica intensiva para a sua produção terão grande benefício, entre elas leite e derivados, suinocultura, avicultura, piscicultura e fumo, por exemplo, além de atividades como os poços artesianos. O Paraná é líder nacional em algumas delas, como avicultura e piscicultura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *