Prefeitos acompanham licitação para pacotes de obras na região  

Da Redação

Os prefeitos de São Manoel do Paraná, Agnaldo Trevisan, São Tomé, Océlio Leite, de Japurá, Adriana Polizer, e Cidade Gaúcha, Henrique Domingues, estiveram na última semana na sede da Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística, em Curitiba, para acompanhar a abertura do envelope do processo licitatório para o pacote de obras que o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR) vai colocar em prática neste segundo semestre.

O pacote prevê o recapeamento asfáltico e manutenção de vários trechos das principais rodovias estaduais sob responsabilidade do órgão no Noroeste do estado.

A licitação do lote único que vai contemplar 307,56 quilômetros de estradas e um contrato estimado em R$ 70 milhões. A empresa vencedora do certame ainda não foi divulgada.

As obras, uma antiga cobrança dos prefeitos dos municípios da Associação dos Municípios do Médio Noroeste (Amenorte), vão contemplar trechos de rodovias como a PR-479, entre Indianópolis e São Manoel do Paraná.

“Será feita a recuperação desse trecho tão importante e uma reivindicação antiga da nossa comunidade. O governo trabalhando e nós como prefeitos buscando mais qualidade de vida para nossa população”, destaca Agnaldo Trevisan.

Outro trecho contemplado será o da PR-498 que liga Japurá à margem do Rio Ivaí, na divisa com o município de São Carlos do Ivaí. A prefeita de Japurá, Adriana Polizer agradeceu as parcerias firmadas entre o governo o seu município para que os recursos fossem reservados para a obra. “Eu estive por duas vezes em Curitiba com o secretário (Sandro Alex), para cobrar essas obras, agora retorno para agradecer os deputados, o governador (Ratinho Junior) e o próprio secretário pelo empenho com as demandas da nossa região”, destaca a prefeita.

O secretário Sandro Alex destacou a importância da presença dos prefeitos em Curitiba. “´É uma licitação com valor alto. São quase R$ 80 milhões. Claro que com ofertas menores, mas é uma obra muito importante e quanto maior a presença, maior a transparência”, justificou o secretário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *