PR passa de 4,5 milhões de doses aplicadas

Agência Estadual

 O Paraná ultrapassou a marca de 4,5 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 aplicadas, chegando a um total de 4.539.681 administradas até a manhã desta terça-feira (15), de acordo com o Vacinômetro do Sistema Único de Saúde, que reúne os dados atualizados em tempo real pelos municípios.

Das cerca 4,9 milhões de pessoas que foram incluídas nos grupos prioritários, 3,3 milhões já receberam a primeira dose do imunizante, 66,7% do público previsto no Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19. Destas, 38,5% completaram o esquema vacinal.

Os grupos prioritários, aqueles que são mais expostos ao vírus ou têm mais chances de desenvolverem casos graves da doença, correspondem a mais da metade da população vacinável. O Ministério da Saúde leva em conta as pessoas com mais de 18 anos e prevê que, dentro dessa faixa, 8,8 milhões de paranaenses devem ser vacinados. Considerando essa população, 37% recebeu pelo menos a primeira dose do imunizante.

“Nossa meta é vacinar toda a população adulta, pelo menos com a primeira dose, até o final de setembro, de acordo com os quantitativos enviados pelo Ministério da Saúde ao Estado”, afirma o governador Carlos Massa Ratinho Junior. “Dentro do que já recebemos, nossa orientação aos municípios é para acelerar esse processo, para que cada dose distribuída chegue rapidamente ao braço dos paranaenses”.

 IMUNIZADOS 

As pessoas com mais de 60 anos são o grupo mais alcançado pela campanha de vacinação e respondem por 84% das doses aplicadas no Paraná. Até agora, 2.911.102 idosos receberam a primeira dose e, entre eles, quase um terço já está com o ciclo vacinal completo, com a aplicação das duas doses. O segundo grupo é formado pelos trabalhadores da saúde, com 395.629 pessoas vacinadas, quase 70% deles com a segunda dose.

Ocupando a sexta posição no País no número total de doses administradas, o Estado é o segundo que mais vacinou profissionais da educação. Até o momento, 148.638 trabalhadores do ensino básico receberam a primeira dose, além de 6.596 profissionais das instituições de ensino superior.

Também foram vacinados 562.942 pessoas com comorbidades, 36.351 idosos institucionalizados, 39.157 pessoas com deficiência permanente, 17.412 gestantes e puérperas, 9.266 indígenas, 4.430 quilombolas e 3.690 pessoas privadas de liberdade, 1.163 ribeirinhos e 797 pessoas em situação de rua.

 PROFISSIONAIS

Entre as categorias profissionais, as vacinas foram aplicadas em 28.861 trabalhadores das forças de segurança e salvamento, 11.176 portuários, 3.876 caminhoneiros, 3.404 funcionários do sistema prisional, 3.373 trabalhadores do transporte aéreo, 2.360 membros das Forças Armadas, 916 trabalhadores de limpeza, 832 do transporte coletivo e 751 trabalhadores industriais.

Parte desses grupos profissionais serão imunizados com o primeiro lote que o Estado vai receber da vacina da Janssen, fabricada pelo braço farmacêutico da Johnson & Jonhson. Ela deve chegar ao Brasil ainda nesta semana, mas o Ministério da Saúde ainda aguarda a confirmação da data.

Administrado em dose única, o imunizante deve ser aplicado em profissionais do transporte coletivo rodoviário de passageiros; do transporte ferroviário; do transporte aquaviário; e em caminhoneiros. De acordo com o Plano Estadual de Vacinação, esse grupo é formado por 178,6 mil pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *