Três municípios da região seguem sem casos de dengue no novo ciclo

Desde o início do novo período sazonal da dengue, que começou na primeira semana de agosto, Cianorte, Guaporema e São Manoel do Paraná não registraram casos positivos de dengue. Os demais municípios registram pelo menos um caso. Ao todo, são 28 casos de dengue.

Jussara e Cidade Gaúcha, ambas com um registro de dengue, entraram para a lista das cidades com registros positivos. Entre as notificações da doença, ocorreu um aumento de 19 casos. A região conta agora com 85.

São Tomé, com 5.750 habitantes, é a cidade da região com maior número de casos confirmados, são 11 registros positivados e 17 notificações. Nos últimos 15 dias, foram notificados duas novas positivações. Terra Boa possui cinco casos, mas não registra aumento desde o primeiro boletim do mês, no dia 6 de outubro. O número de notificações foi o que cresceu, de 18 para 27.

De acordo com a supervisora da Vigilância Ambiental e Programa de Combate às Endemias, Vera Fusisawa Craveiro, é preciso que a população continue tomando os cuidados necessários para evitar o aumento dos casos de dengue. “É necessário ter cuidado na hora de realizar a limpeza dentro das casas, cuidado com criadouros e possíveis focos. Não é porque não tem dengue, tem não tem que cuidar”, disse. Segundo Vera, os órgãos de saúde tem se preocupado com a chegada de novos vírus, como Zica e chikungunya.

Sesa confirma 848 casos de dengue no Paraná

O boletim quinzenal da dengue divulgado na terça-feira, 20, pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) totaliza 848 casos, são 107 a mais que o informe anterior, do dia 6 de outubro.

O atual período de monitoramento começou em agosto deste ano e seguirá até julho de 2021. Neste momento, os casos confirmados de dengue atingem 126 municípios; em 111 os casos são autóctones, ou seja, a infecção pelo vírus da dengue ocorreu na cidade de residência.

“Existe circulação do vírus no Estado e o Governo do Paraná está atento alertando os gestores municipais e apoiando ações de combate”, disse o secretário estadual da Saúde, Beto Preto. 

Segundo ele, este enfrentamento não depende apenas dos órgãos governamentais, por isso reitera que a participação da população é fundamental para a eliminação dos criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

“A melhor forma de combate é com a remoção de recipientes que possam acumular água nos ambientes internos e externos dos domicílios”, afirmou Beto Preto.

O informe feira confirma uma morte por dengue no município de Cambé; um homem de 69 anos, portador de diabetes e hipertensão arterial. A morte foi confirmada por exame laboratorial. Cinco municípios apresentam casos de dengue grave: Foz do Iguaçu, com 5 casos, e Marmeleiro, Assaí, Cambé e Jataizinho com um único caso.

O Paraná tem 6.490 notificações para a dengue, que ocorreram em 277 municípios. 

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *