Saúde emite primeira nota orientativa sobre a dengue

A Secretaria de Estado da Saúde aprovou em reunião do Centro de Operações em Emergências (COE) e publica a Nota Orientativa (número 1) sobre arboviroses que trata da “Organização da Rede de Atenção à Saúde para Enfrentamento da Dengue no Paraná”.

Trata-se mais uma medida visando a organização e integração dos serviços de saúde do Estado, garantindo ao usuário do SUS o atendimento oportuno e resolutivo em todos os níveis de atenção.

“A publicação sistemática de notas orientativas, abastecendo os profissionais de saúde com informações atualizadas, é um dos objetivos do Plano Estadual de Ação para o Enfrentamento da Dengue no período 2020/2021, implantado há cerca de um mês”, disse o secretário estadual da Saúde, Beto Preto.

A Nota Orientativa traz informações para o acolhimento, atendimento, diagnóstico e manejo de casos suspeitos e confirmados nos serviços da rede de Atenção Primária à Saúde, nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), nos hospitais portas de entrada para casos de Urgência e Emergência e nos hospitais de retaguarda para internação.

Atenção

Entre os pontos comuns a todos os serviços de atenção está a prioridade do atendimento de usuários com condições especiais, risco social ou comorbidades que podem agravar quadros de dengue, que são lactentes menores de 2 anos, gestantes, adultos com idade acima de 60 anos, portadores de hipertensão, doenças cardiovasculares graves, diabetes, doenças autoimunes e doenças crônicas pulmonares, hematológicas e renais.

Outros pontos comuns a todos os serviços são a obrigatoriedade da notificação de casos e registro de prontuário, que servirão de base para desencadear demais ações de manejo e controle da dengue.

“Esta é a primeira de uma série de Notas Orientativas que pretendemos publicar com intuito de agilizar o atendimento e aprimorar o diagnóstico da dengue no Paraná”, afirmou a diretora de Atenção e Vigilância em Saúde, Maria Goretti David Lopes. Segundo ela, a Secretaria já estamos produzindo este tipo de documento relacionado à Covid-19, com retorno positivo dos profissionais, empresas de todos os setores, órgãos públicos e privados e da população em geral, que têm recorrido aos materiais como fonte de informação. “Já são 52 Notas publicadas sobre a Covid-19; um verdadeiro guia com ações fundamentais para a prevenção, manejo, tratamento e controle da doença”, afirmou.

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade da Tribuna de Cianorte.