Justiça Eleitoral acredita que 40 dos 56 mil eleitores devem comparecer às urnas

Cianorte conta com 56.340 eleitores aptos a votar nas eleições municipais de 2020. Apesar do número a Justiça Eleitoral acredita que cerca de 40 mil eleitores irão comparecer às urnas no domingo de eleição. Nas eleições de 2016, foram registrados 39.757 votos válidos.

Em 2016, o prefeito Claudemir Bongiorno (PMDB), foi eleito com 19,4 mil votos, 48% dos votos. Paulo Renato (SD) teve 33% dos votos válidos, ou seja 13 mil. Neste ano, houve 11,9 mil abstenções, 2,6 mil votos nulos e 1,5 mil brancos.

Na eleição anterior, em 2012, Bongiorno venceu com 51,4% dos votos. Foram 20,4 mil votos a favor do candidato. Enquanto Flávio Vieira teve 48,6% dos votos, cerca de 19,3 mil. Neste ano, foram contabilizados 39,7 mil votos válidos, 1,9 mil nulos e 1,2 mil brancos. Além disso, ocorreu uma abstenção de 8,9 mil.

Em 2018, nas eleições presidenciais, foram 42,4 mil votos válidos. Jair Bolsonaro teve 67% dos votos (28,4 mil votos), Fernando Haddad contou com 11% do eleitorado (4,9 mil votos) e Ciro Gomes 6,7% (2,8 mil votos). Votos nulos somaram 4,7% (2 mil votos) e brancos 2% (994 votos).

Cuidados Covid-19

Para evitar a propagação do coronavírus e aglomeração de pessoas durante a votação, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estendeu o horário da votação. Das 7 às 10 horas o horário será preferencial, para pessoas acima de 60 anos, que totalizam 12.165 pessoas. “Estamos tomando todas as medidas para dar a preferência no dia da eleição”, disse o chefe de cartório eleitoral, Fernando César Severino. Ele ainda reforçou o uso da máscara e do álcool em gel para a higienização. 

Devido à pandemia o número de colégios aumentou. Na última eleição foram 18 colégios à disposição da votação, mas neste ano, são 21. “Fizemos salas separadas, para não ter sala lado a lado e gerar aglomeração de pessoas. Alguns colégios foram criados, pois o estabelecimento não tinha sala suficiente”, disse o chefe de cartório.

A Escola Princesa Izabel, por exemplo, teve seis sessões que foram transferidas para Unipar, justamente pela questão das filas, uma forma de garantir à prevenção à Covid-19. “Nós orientamos a baixar o e-Título, pois nele já está avisando onde o eleitor vai votar. E se teve alguma alteração na sessão dele – que são nesses casos da pandemia – já vai estar atualizado”, disse Severino.

Além disso, o e-Título também será uma ferramenta para a justificativa do voto. “O eleitor não vai precisar ir ao colégio se ele estiver fora da cidade. Basta ele acessar o e-Título e pela localização, ele já vai permitir a justificativa do voto. Dessa forma, já evitamos a aglomeração”, esclareceu.

De acordo com o chefe de cartório eleitoral, esta eleição trouxe mais trabalho à equipe. “Está mais trabalhoso do que nos outros anos. Acho que pelo poder aquisitivo dos candidatos. Eles investiram bastante juridicamente”, explicou.

Ficarão à disposição dos eleitores 133 urnas, além de outras 20 reservas, caso surja algum problema. No dia da eleição, serão 532 mesários divididos nas 133 sessões.

Apuração

A apuração deve ser concluída cerca de uma hora depois da votação. “Na última eleição, a apuração foi concluída às 17h50. Esse ano deve demorar mais um pouco, pois teve muita agregação e tem mais eleitores por seção, são em média 600 eleitores por seção, no máximo”, afirmou Severino.

Informações importantes para o dia da votação

– Horário de votação: o horário de votação deste ano será das 7h às 17h. Das 7h às 10h o horário é preferencial para pessoas com 60 anos ou mais;

– Documentos: levar um documento oficial com foto, título de eleitor é recomendável (mas não obrigatório) ou o aplicativo e-Título;

– Justificativa: é preciso preencher um requerimento disponível nos locais de votação, no site do TSE, TRE’s ou através do aplicativo e-Título;

– Prisões e detenções: eleitor não pode ser preso desde cinco dias antes da eleição até 48 horas após o término, a não ser em caso de flagrante, sentença criminal condenatória por crime inafiançável ou desrespeito a salvo-conduto. Já candidatos, membros da mesa de votação e fiscais de partido não podem ser presos desde 15 dias antes da votação;

– Use máscara o tempo todo e mantenha distanciamento mínimo de dois metros entre outros eleitores e voluntários;

– Opte por levar a própria caneta e evite contato com objetos de terceiros;

– Higienize as mãos antes e depois de confirmar o voto;

– Permaneça no local de votação apenas tempo suficiente para exercer o voto.

Algumas seções foram transferidas como prevenção à Covid-19

– As seções 79, 80 e 81 foram transferidas para a Escola Municipal João Bueno de Godoy (ao lado da Igreja Matriz de Vidigal);

– As seções 63, 151, 156, 160, 165, 171 e 178 foram transferidas para a Unipar, no endereço Avenida Brasil, 1.123;

– As seções 47, 48, 49, 50, 51, 52, 85 e 101 foram transferidas para o Cemic São José (na rua ao lado);

– As seções 70,71, 72, 84, 91, 97, 138 e 149 foram transferidas para a Escola Municipal Lídia Usuy Ohi (na lateral do mesmo colégio);

– A seção 34 foi transferida para a Escola Municipal Liomar Gomes (ao lado do colégio).

 

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade da Tribuna de Cianorte.