Professora cria abaixo-assinado contra fechamento do Colégio Sesi

Com o objetivo de evitar o fechamento do Colégio Sesi, a cianortense Aida Franco de Lima criou um abaixo-assinado em uma plataforma online para que as pessoas se mobilizem com a situação da unidade. Jornalista, escritora e professora universitária, Aida luta em causas sociais e ambientais e decidiu fazer algo contra o fechamento do Colégio Sesi. O abaixo-assinado foi aberto no dia 6 de setembro e até a tarde desta quarta-feira, 9, tinha 137 assinaturas.

De acordo com Aida, o fechamento do colégio seria uma perda significativa para a cidade e para os jovens. “O Sesi prepara o aluno para vida acadêmica e para ser empreendedor. E isso na nossa cidade é muito importante, é uma porta para os jovens. Além de ter a questão do nível técnico. O aluno sai da escola como um profissional”, disse a professora.

Conforme a professora, o Colégio Sesi é uma instituição que estimula ao máximo a criatividade do aluno, e o prepara para ser um estudante capacitado. No pedido do abaixo-assinado, Aida pede colaboração de associações e administração da cidade. “Pedimos que a associação comercial, prefeitura, Câmara e Núcleo Regional de Educação unam forças para auxiliar, economicamente, seja no custeio de bolsas de estudo ou de outras formas de subsídios”, explicou.

“Criei [o abaixo-assinado], porque acredito que temos que lutar, não temos que aceitar. É uma forma de mostrar que estamos preocupados. Se chegarmos a 200 assinaturas está excelente. O pessoal da cidade não é de se manifestar muito”, reforçou a professora.

Segundo Aida, ao saber que o Colégio seria fechado, ela fiou decepcionada. “Eu sempre morei aqui e me envolvo com as questões da cidade, minha luta é ambiental, mas a educação mexe comigo. Quando eu fiquei sabendo do Sesi, eu fiquei decepcionada”, disse.

Aida contou que tem uma filha adolescente e que gostaria que ela estudasse no Colégio Sesi. “Uma semana antes eu mostrei para ela a estrutura e depois fiquei sabendo que ia ser fechado. Achei um absurdo, por toda a estrutura, método utilizado, por toda a equipe de profissionais, isso atinge inúmeras famílias”, esclareceu.

Para acessar e participar do abaixo-assinado basta entrar no link: https://www.change.org/p/prefeitura-de-cianorte-continuidade-da-escola-sesi-em-cianorte-paran%C3%A1?redirect=false

Comentários

Nos comentários feitos na plataforma onde foi criado o abaixo-assinado, algumas pessoas se manifestaram contra o fechamento do Colégio Sesi. Conforme afirmaram, “é necessário o colégio”. Outros reforçaram a excelência do colégio e como o ensino é de qualidade.

Situação

Na semana passada, a TRIBUNA DE CIANORTE conversou com o representante da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) em Cianorte, Beto Nabhan, que informou que a direção da entidade está estudando o não fechamento da unidade e que para isso precisa do apoio da sociedade, figuras públicas e sindicatos.

Conforme esclareceu Nabhan, a Fiep está criando um projeto piloto em Curitiba que trabalha com a metodologia atual e com a indústria em evidência dentro da estrutura dos colégios. Durante o mês de setembro o projeto será trabalhado na capital e a partir de outubro levado às outras unidades do Sesi.

“Conforme o representante, o Colégio Sesi é de extrema importância para a qualificação da mão de obra. “Hoje temos muita dificuldade com a contratação, não temos pessoas qualificadas. Temos muita gente precisando de emprego, mas poucas pessoas qualificadas”, disse. De acordo com Nabhan, por Cianorte ser uma cidade repleta de indústrias é preciso de mão de obra especializada.

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *