Amigos de Patas fabrica máscaras de proteção para pagar despesas

A equipe da Organização Não Governamental (ONG) Amigos de Patas decidiu fabricar e vender máscaras de proteção contra o coronavírus como forma de pagar os alimentos dos animais, os funcionários, despesas com a sede da ONG, além de uma dívida de R$ 50 mil pendente com médicos veterinários.

De acordo com os membros da equipe, eles estavam com o trabalho parado devido à pandemia. O estabelecimento conta com doações e realiza eventos para pagar remédios, tratamento e cuidados com os animais. Além de rifas, feiras de adoções entre outras medidas. Porém, os eventos ficaram inviáveis depois do surgimento do vírus.

“Nós estávamos parados, não tinha como realizar eventos e vimos que tínhamos pouca ração. Então resolvemos começar a trabalho para produzir máscaras a partir de tecidos doados e vendê-las”, contou a funcionária da ONG, Josi de Lara.

No início, o plano era apenas produzir 100 máscaras para empresários da região que poderiam comprar e distribuir para funcionários. Mas o resultado foi outro. Em poucos dias, a ONG recebeu pedidos de cidades próximas, de Curitiba e até de outros estados.

“Nós organizamos tudo no dia 4 de abril, fizemos as modelagens e no dia seguinte começamos com as produções. Como o plano era fazer poucas máscaras, só eu comecei costurando, mas vimos que não ia dar certo, eu não ia dar conta sozinha. A demanda aumentou muito rápido”, contou a presidente da ONG, Luzanira Mendes. Como ressaltou a presidente, “a crise nos tirou da crise”.

A ONG recebe cerca de 300 pedidos por dia e conta com a produção de 11 costureiras contratadas para dar conta de todo o trabalho. Ao todo, são fabricadas diariamente cerca de 500 máscaras. 

Conforme afirmou Josi, a ONG já vendeu cerca de cinco mil máscaras em 10 dias. “Já recebemos pedidos de até 50 mil máscaras, devido à indicação da Associação Comercial e Empresarial de Cianorte (Acic). O pessoal gosta do nosso trabalho e indica”, disse a funcionária.

Como o número de pedidos é muito alto, o que a equipe de costureiras não da conta de produzir, elas buscam passar para outras empresas que possam colaborar.

De acordo com a presidente da ONG, as máscaras são feitas com dois tecidos e seguem todas as orientações. “Antes de começar a fabricar, procuramos as informações do Ministério da Saúde e, de acordo com o que eles pediram, começamos a produzir. O comercio e a área da saúde, cada um tem um modelo a ser atendido, então fomos procurar as informações necessárias. Até nas embalagens das máscaras vai uma instrução de uso”, contou a presidente Luzanira.

As máscaras são vendidas por R$ 10 a cada três máscaras e a unidade é R$ 4. Caso a empresa peça o produto em grande quantidade, a ONG vende por R$ 2 cada máscara.

ONG agora tem sede própria

A ONG Amigos de Patas agora conta com uma sede própria há quatro meses. A estrutura possui uma secretaria para auxiliar a população com dúvidas relacionadas aos cuidados com animais, doações, sobre maus tratos, castração, entre outras questões; também possui um bazar com roupas doadas e que são vendidas a baixo custo à população que precisa e conta com uma farmácia com medicamentos disponibilizados apenas sob prescrição médica para famílias com renda familiar baixa.

A ONG fica localizada na Rua Japurá, 564. Informações sobre o trabalho da equipe ou sobre a compra de máscaras podem ser direcionadas para o número 99867-5703.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *