Vereador de Campo Mourão propõe que celulares apreendidos em cadeia pública sejam doados para alunos carentes

Por CBN Maringá

O requerimento protocolado pelo vereador Paulo Pillate na Câmara Municipal de Campo Mourão foi aprovado.

O documento sugere que os celulares apreendidos sendo usados ilegalmente dentro da Cadeia Pública de Campo Mourão sejam doados para crianças em situação de vulnerabilidade, para que elas consigam fazer as tarefas escolares à distância. O direcionamento seria feito pela Secretaria de Educação de Campo Mourão

O vereador Paulo Pillate explicou a proposta em entrevista à repórter Luciana Peña. Segundo o ele, são cerca de 10 mil alunos na rede municipal de ensino da cidade. E cerca de mil alunos não têm condições de adquirir um celular.

Segundo o vereador, é uma iniciativa que daria um fim social aos aparelhos, que são destruídos quando apreendidos.

O Legislativo aguarda um retorno do delegado da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *