Mais de 10 mil eleitores estão com títulos irregulares em Cianorte e região

Da Redação

Faltando um mês para o fim do prazo de regularizar o título de eleitor e garantir o direito de votar nas eleições de 2022, mais de 10 mil pessoas estão com o documento irregular, em Cianorte e cidades da região.

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral, 9.395 eleitores estão com o título cancelado ou suspenso, em Cianorte. São Tomé, Indianópolis, Terra Boa, Jussara e Japurá somam outros 3.404 documentos inativos. O prazo para acerto de pendências encerra no dia 4 de maio.

Quem não solicitar a regularização, além de não poder votar, permanece sem quitação eleitoral e fica sujeito a restrições previstas em lei, tais como o impedimento de solicitar documento de identidade ou passaporte, tomar posse em cargo público e fazer matrícula em instituição oficial de ensino.

ELEITORES ADOLESCENTES

Em uma década, o número de adolescentes entre 15 e 17 anos que solicitaram o primeiro título de eleitor caiu 82%, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Segundo números da Justiça eleitoral, apenas 731 mil jovens de 16 e 17 anos estavam inscritos para votar até fevereiro de 2022, o que representava menos de 10% da população brasileira nessa faixa etária. O número era o mais baixo desde 1992.

Para reverter essa situação, o Tribunal Superior Eleitoral promoveu, entre 14 e 18 de março, a Semana do Jovem Eleitor, que terminou com 96.425 novos títulos para o público entre 15 e 18 anos, em todo o país.

No Paraná, 52.012 adolescentes entre 15 e 18 anos, pediram a primeira via do documento, a maioria deles, com a maior idade completa (21.833).

O que muitos pais e adolescentes ainda não sabem, é que o jovem com idade a partir de 15 anos, que for completar 16 até o dia da votação em primeiro turno, já podem pedir o documento. O pedido e impressão do título podem ser feitos totalmente online.

“A orientação do Tribunal é de que seja priorizado o serviço online, para melhor atendimento do eleitor, evitando filas e desconfortos”, destaca a chefe do Cartório Eleitoral de Cianorte, Andreia Tiyoko Teramatu.