Em menos de 10 dias, PM registra quatro homicídios em Tapejara

A Polícia Militar registrou o quarto homicídio em menos de 10 dias em Tapejara. O último caso aconteceu no sábado, 10, por volta das 15h45. Um homem de 28 anos, morador do município foi baleado em um bar na Rua Quintino Bocaiuva e não resistiu. O rapaz já havia sido vítima de uma tentativa de homicídio no dia 18 de abril.

Segundo informações repassadas à equipe policial, um homem, vítima de disparos de arma de fogo, estava caído em um bar. Ele foi atingido por uma pessoa que chegou ao local em uma bicicleta e efetuou os disparos. O suspeito fugiu do local pela Rua Santa Catarina.

Uma segunda pessoa, loira, branca, alta e de máscara teria fugido pela Rua Quintino Bocaiúva, esta estava acompanhando o autor do homicídio.

Conforme a equipe policial, no local os policiais foram abordados pelo pai da vítima que informou que seu filho teria sido alvejado por diversos disparos.

Foram recolhidos e entregues a equipe oito estojos de munição calibre nove milímetros, que repassados ao setor de criminalística. Uma ambulância foi até o local, mas apenas constatou óbito.

Após levantamento feito pela criminalística e Instituto Médico Legal (IML), constatou-se que a vítima teria sido alvejada com mais de sete disparos de arma de fogo.

Outros casos

No dia 5 de outubro, um homem de 32 anos faleceu depois de ser atingido por dois disparos em Tapejara. O rapaz chegou a receber o atendimento, mas não resistiu. Segundo informações, a vítima estava trabalhando na roça. Quando ele desceu do ônibus que fazia seu transporte, um indivíduo moreno, de estatura mediana, magro e usando calça jeans e camiseta, começou a efetuar os disparos contra a vítima. Ele chegou a correr e acabou caindo em um terreno baldio.

De acordo com informações da PM, a ambulância foi acionada e a vítima foi encaminhada com sinais vitais até o pronto atendimento. Após atendimento médico, foi constatado óbito pela equipe.

Conforme informação da equipe do 7ª BPM, a vítima tinha saído da Penitenciária Estadual de Cruzeiro do Oeste há cerca de duas semanas. Ele era de Cianorte e possuía uma passagem por estupro de vulnerável em abril deste ano.

No dia seguinte, os corpos de Tiago Zeni da Silva, 22 anos, e Herisson Gustavo Zeni Alves, 21, foram localizados na zona rural de Tapejara. Os dois eram primos e moravam no município.

Os dois rapazes apesentavam ferimentos por arma de fogo. Um dos rapazes, Tiago, usava tornozeleira eletrônica.

Sesp

Conforme levantamento da Secretaria da Segurança Pública do Paraná (Sesp), até junho de 2020 foram registrados quatro casos de homicídio em Tapejara (os registros somam apenas o primeiro semestre). Apenas em outro já foram quatro ocorrências do delito.

Durante todo o ano de 2019, foram nove registros de homicídio no município, até outubro foram oito. No décimo mês do ano não houve registros.

Em 2018, foral quatro ocorrências no total. Estas foram registradas até outubro, duas delas neste mesmo mês.

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *