Adesão à fatura digital atinge 18% em Cianorte

Da Redação com Assessoria

A Companhia Paranaense de Energia (Copel) disponibiliza desde o ano de 2013, a fatura digital, uma facilidade para os clientes receberem as faturas pelo e-mail e pagarem através de débito automático. Desde o início da pandemia, a campanha Fatura Solidária estimula a adesão pela forma de pagamento e ajuda no combate ao novo coronavírus. Em Cianorte 6.614 unidades consumidoras aderiram à praticidade. O percentual representa 18% do total de domicílios atendidos pela companhia. Apesar disso, a adesão ainda é menor que a média no Paraná, onde 30% dos consumidores já não recebem suas contas de forma presencial.

Levando em conta as cidades da região, o percentual é ainda menor: 15% do total dos domicílios atendidos. Entre Cidade Gaúcha, Indianópolis, Japurá, Jussara, Rondon, Tapejara, Terra Boa e Tuneiras do Oeste, são12 mil contas enviadas por e-mail.

Desde março de 2020, foram mais de 400 mil pedidos para converter a entrega tradicional para a forma eletrônica de envio no Paraná, um aumento de 46% nos domicílios que adotam esta opção.

As adesões à fatura digital e ao débito automático em conta se transformam em doações pela Copel, para o combate ao vírus no Paraná. Recentemente, a empresa entregou 10 respiradores de leito e 11 ventiladores de beira de leito para auxiliar pacientes de Covid-19 na rede pública de saúde, resultado parcial da campanha Fatura Solidária, que continua em vigor.

Como ajudar

A adesão à fatura digital pode ser feita através da agência virtual, no site www.copel.com ou pelo aplicativo da Copel, disponível gratuitamente nas lojas virtuais Google Play e App Store.

O cadastro de débito automático também pode ser feito pelos canais virtuais de atendimento. No Banco do Brasil, é preciso informar o número do convênio: 13896. Além disso, é importante confirmar com o banco se a adesão foi concretizada e acompanhar os débitos mensalmente.

Leitura automática

Com o programa Rede Elétrica Inteligente, a Copel trabalha para automatizar o processo de leitura do consumo de energia, o que reduzirá as emissões de carbono e os riscos de acidente com o deslocamento dos leituristas, que hoje visitam mensalmente as quase 5 milhões de unidades consumidoras da concessionária de distribuição, em todo o Estado. A implantação está planejada para acontecer ao longo dos próximos anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade da Tribuna de Cianorte.