Cianorte: Acidentes obrigam Copel a trocar 35 postes em 2020

Da Redação

Ao longo do ano de 2020, foram trocados 35 postes quebrados por carros na área de concessão da Companhia Paranaense de Energia (Copel) em Cianorte. Em 2019, o número foi ainda mais expressivo, foram 46 estruturas trocadas.

Conforme verificação feita pela Copel, o histórico de postes quebrados em Cianorte, de 2016 pra cá foi: 24 (2016), 33 (2017), 31 (2018), 46 (2019) e 35 em 2020.

Embora não exista um levantamento formalizado sobre os horários destas ocorrências, há uma percepção unânime entre os profissionais da área de manutenção, da prevalência de acidentes nas madrugadas e finais de semana.

Em média a manutenção de um poste quebrado dura cerca de quatro horas. O tempo pode variar conforme o tipo de estrutura abalroada e dos equipamentos instalados nela.

A equipe da assessoria da Copel, ainda explicou que abalroamento de poste em Cianorte pode desligar até 6 mil imóveis – maior circuito de energia atendido pela Copel em Cianorte –, caso atinja um circuito de média tensão, que é comumente chamado de “alta tensão” pela população, pois são os fios que ficam por cima dos postes.

De acordo com a Copel, o valor médio gasto por acidente em 2020 foi de R$3.870. Custos que são cobrados ao motorista responsável pelo acidente. 

DESLIGAMENTOS

Como destacou a assessoria da Companhia, o principal transtorno é o desconforto gerado aos consumidores que ficam privados do fornecimento de energia. Por isso, “a concessionária tem investido constantemente em automação dos circuitos”. Ou seja, cada vez menos pessoas ficam sem energia, e por períodos menores.

Há cerca de 10 anos, quando um circuito era desligado as equipes tinham que percorrer todo o trecho para descobrir o que é que tinha causado o desligamento. Apenas depois de percorrer o trajeto, o posto era trocado e a energia era religada.

Porém, a situação tem se transformado com o passar dos anos devido a instalação dos equipamentos de automação, que operam sem intervenção humana. Conforme explicou a assessoria da concessionária, hoje é possível solucionar o problema com mais rapidez, pois os equipamentos já mostram onde é o defeito, sem ter a necessidade do eletricista percorrer todo o circuito. “Hoje uma primeira equipe vai, identifica, confirma onde foi a batida e já religa todos os trechos que são possíveis”, esclareceu assessoria. Só fica sem energia por um período de tempo, o trecho que é mais próximo a área em que o poste foi atingido.

 Trifásico

Com os religadores trifásicos que começaram a ser instalados pela Copel há algum tempo, é possível fazer o religamento dos trechos sem energia, sem que o eletricista precise entrar em campo.

O próprio equipamento identifica onde foi a origem do defeito e o religa. Dessa forma, a equipe de manutenção, o eletricista, já vai direto pra fazer a troca da estrutura.

Os investimentos em tecnologia e automação realizados pela Copel em 2020 resultaram em uma melhora em torno de 15% no indicador que mede a continuidade do fornecimento da energia entregue pela distribuidora aos clientes.

Região tem 92 postes quebrados no último ano ; Paraná registra 3,1 mil

Entre os 12 municípios da região, apensa Jussara e São Manoel não tiveram ocorrências envolvendo postes quebrados em 2020. As demais cidades somaram 92 estruturas danificadas: Cianorte (35); Cidade Gaúcha (5); Guaporema (1); Indianópolis (2); Japurá (4); Rondon (18); São Tomé (4); Tapejara (5); Terra Boa (9) e Tuneiras do Oeste (9).

Dos 10 municípios com maior quantidade de batida por habitantes em 2020, União da Vitória é a “campeã”, com 6,7 acidentes a cada 10.000 habitantes. Maringá fica em segundo lugar, com 4,9. Em Cianorte, a proporção é de 4,2.

No Paraná, ao longo do ano foram 3.131 postes quebrados por veículos na área de concessão da distribuidora de energia, quantidade que seria suficiente para construir novas redes numa extensão de mais de 180 quilômetros. Os municípios com maior número de acidentes registrados foram Curitiba (330), Maringá (198), Londrina (190),  Ponta Grossa (110), Cascavel (97), São José dos Pinhais (96), Arapongas (47),  Apucarana (46) , União da Vitória (39) e Colombo (38).

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *