Tapejara registra duas mortes por Covid-19 no domingo

A Secretaria de Saúde de Tapejara comunicou na manhã de domingo, 29, a morte de duas mulheres, de 57 e 21 anos, vítimas de coronavírus. As duas eram moradoras da cidade e estavam internadas em hospitais da macrorregião. 

De acordo com as informações divulgadas, apenas a paciente de 57 anos possuía comorbidades. Ela era diabética e tinha doença pulmonar. Já jovem não apresentava problemas de saúde. 

Amanda Buschini, de 21 anos, veio a óbito poucos dias depois de ser internada. Nas redes sociais, amigos deixaram diversas homenagens à jovem, descrita como uma pessoa alegre e que amava a vida. 

“Corria atrás de tudo e de todo com um jeitinho todo especial que conquistava todo mundo. Coração enorme, simpática, amorosa, atenciosa”, escreveu uma amiga.

Conforme última atualização divulgada pela Secretaria de Saúde do município nesta segunda-feira, 30, foram registradas sete mortes. Além disso, a secretaria positivou 20 novos casos da doença, os novos contaminados são 12 homens e oito mulheres. Todos estão em isolamento domiciliar.

Com os novos casos, a cidade chega a 284 positivações e 38 pacientes em isolamento domiciliar. Outros 31 estão em monitoramento.

Cianorte

Na última quinta-feira, 26, a morte da jovem Gabriela Marques, de 18 anos, moradora de Cianorte, comoveu a cidade de Cianorte. Gabriela também não apresenta comorbidade. 

A avó de Gabriela, de 74 anos, chegou a ficar dois dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas se recuperou e foi liberada um dia antes da morte da neta.

Durante o fim de semana, mais uma morte foi registrada em Cianorte, um homem de 69 anos faleceu devido à doença. Ele estava internado no Hospital Santa Rita, em Maringá, desde o dia 18 de novembro e morreu no dia 28, último sábado. O paciente possuía comorbidades.

O atual momento da pandemia tem mostrado um número maior de registros de infecção entre crianças, adolescentes e jovens. Eles têm se mostrado mais resistentes aos efeitos da doença, mas as mortes na faixa etária acendem o sinal de alerta máximo, segundo os especialistas.

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade da Tribuna de Cianorte.