Indianópolis já imunizou um terço dos profissionais de saúde

Da Redação com Agência Estadual

Com as primeiras 35 vacinas CoronaVac recebidas na última terça-feira, 19, Indianópolis já imunizou um terço dos profissionais de saúde. Ao todo são 100 trabalhares da Saúde, conforme levantamento do Ministério da Saúde. Está foi a primeira distribuição entregue da vacina, a segunda dose deve ser entregue no próximo mês.

No domingo, 24, o município recebeu mais 30 doses da vacina indiana, a AstraZeneca. A primeira dose deve ser aplicada nos profissionais de saúde ainda nesta segunda-feira, 25, de acordo com orientação da 13ª Regional de Saúde, sediada em Cianorte. A segunda dose será entregue em alguns meses, pois deve ser tomada cerca de 120 dias a após a primeira.

O ambulancista Vagner Tomanini foi quem retirou as novas doses com a chefe da 13ª RS, Adriana Guimarães.

A secretária de Saúde de Indianópolis, Melissa Lais Trevizan Gentilin, disse que está confiante não apenas pela chegada dessas vacinas, mas pela compreensão de todos da equipe que estão unidos em prol de um bem maior, “a saúde de todos”.

A única diferença entre as duas vacinas é o tempo que a segunda dose deve ser tomada. Enquanto a CoronaVac requer um período de duas a três semanas, a segunda dose da AstraZeneca deve ser tomada cerca de 120 dias após a primeira.

Plano do Estado

Segundo o Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19, que segue a mesma linha do Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde, na primeira etapa da vacinação serão imunizados profissionais da saúde que aplicarão as vacinas, pessoas com mais de 60 anos que residem em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI) e os profissionais que atuam nos locais,  população indígena, pessoas com deficiência severa e trabalhadores que atuam em unidades de saúde que atendem pacientes com suspeita ou confirmação da infecção pelo novo coronavírus.

A definição de grupos prioritários seguiu critérios do Ministério da Saúde, como tempo de contato (ou exposição) com os pacientes infectados pela Covid-19 e pessoas com maior risco de complicações pela infecção causada pelo Sars-CoV-2.

Na sequência, o Estado planeja vacinar pessoas com 80 anos ou acima desta idade, pessoas entre 75 e 79 anos e assim sucessivamente, até aqueles que têm idade variando entre 60 e 64 anos. Com a quantidade de doses disponibilizadas, seguindo a ordenação por grupos prioritários, a previsão é vacinar o total de 4.019.115 pessoas até maio de 2021. A vacinação ocorrerá de acordo com o recebimento dos imunizantes, de forma gradual e escalonada.

O Paraná tem 1.850 salas de vacinação nos 399 municípios. A quantidade de locais varia em cada cidade de acordo com o tamanho da população. Os municípios são responsáveis pela gestão dos profissionais para aplicação das doses da vacina.

 

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *