Após quatro meses, Cianorte chega a 664 casos e oito óbitos por Covid-19

A pandemia do novo coronavírus completou, no domingo, 12, quatro meses desde que o Paraná teve confirmado seus primeiros casos. Foi em Cianorte e Curitiba que os registros tiveram início e quando o estado começou a entrar em estado de alerta. Desde o começo da pandemia, até esta segunda-feira, 13, a Capital do Vestuário registrou 664 casos da doença e oito óbitos.

Apenas nos últimos 30 dias, os mais críticos desde o início da pandemia, a Capital do Vestuário registrou cinco óbitos e 477 casos da doença, foram mais da metade dos registros em apenas um mês. Nos 13 primeiros dias de julho, a cidade registrou 207 casos e 380 em junho.

Depois de quatro meses, conforme último boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), com as 664 confirmações, Cianorte é a 13ª cidade do Estado com o maior número de casos registrados. As três cidades com maior número de positivações são Curitiba (9.329), Cascavel (3.697) e Londrina (2.032).

Região

Os casos na região também cresceram expressivamente no último mês. De acordo com o último levantamento divulgado pela 13ª Regional de Saúde (RS), até esta segunda-feira, 13, às 13 horas, os municípios da região somavam 1.253 casos da doença.

Já há cerca de um mês, no dia 16 de junho, a região registrava 429 casos da doença. Em menos de 30 dias, a região registrou outros 824 novos casos. Ou seja, o número de casos triplicou no período de um mês.

No mês anterior, no dia 12 de maio, conforme dados Sesa, apenas cinco municípios tinham registrado casos da doença, Cianorte (24); Japurá, Jussara, São Manoel do Paraná e Tuneiras do Oeste (1). Em abril, Cianorte (14) e Jussara e São Manoel do Paraná (1) constavam no boletim da saúde.

Enquanto no mês de março, apenas Cianorte (1) e Curitiba (5) apareciam no boletim, abrindo o número de casos de Covid-19.

Paraná

Segundo números do último boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), eram 42.058 casos confirmados em todo o Estado e 1.028 mortes pela doença, neste domingo, 12.

Acompanhando os boletins divulgados pela Sesa desde fevereiro — quando ainda eram apenas casos suspeitos — são pelo menos três fases. A primeira, com o primeiro boletim com os primeiros casos, e que lentamente avançaram para abril. No dia 12 de abril eram 738 os casos confirmados e 30 mortes.

Um segundo momento vai de abril a maio, quando os números mostravam um ligeiro aceleramento no contágio. No dia 12 de maio, quando se completava o segundo mês desde o primeiro positivo, os números de casos mais que dobraram e as mortes aumentaram quase quatro vezes. O boletim da Sesa trazia 1.906 casos e 113 mortes.

O terceiro momento vem em junho, quando os casos se espalham por todas as regiões do Estado, e medidas mais duras começam a ser tomadas. No dia 12 de junho eram 8.705 casos e 294 mortes. Mas, o mês terminaria ainda mais trágico. No dia 30 de junho já seriam 22.623 casos e 636 mortes.

O mês de junho sozinho registrou quase 18 mil casos da doença além de 458 mortes. Mas julho já tem números piores apenas com 12 dias de dados. Apenas neste período, são 19.435 casos confirmados e 392 óbitos.

(Com informações Bem Paraná)

Cianorte confirma 18 novos casos de Covid-19 e o 8º óbito

A Prefeitura de Cianorte confirmou 16 testes positivos de Covid-19 e o oitavo óbito da doença nesta segunda-feira, 13. As novas confirmações tratam-se de 11 mulheres, com idades de 21, 22, 25, 32, 38, 40, 42, 47, 55, 61 e 80 anos; e cinco homens, com 25, 30, 32, 33 e 46 anos.

Conforme a administração, as mulheres de 40 e 42 anos são profissionais da saúde e se contaminaram no trabalho. Os demais casos foram contaminados por meio contato com casos confirmados anteriormente. Todos estão em isolamento domiciliar.

Com relação ao oitavo óbito registrado, trata-se de um homem de 72 anos. Ele foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Maringá no dia 3 de julho e faleceu no dia 10. O paciente possuía comorbidades.

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade da Tribuna de Cianorte.