13ª Regional de Saúde recebe 1.050 doses da vacina Oxford AstraZeneca

Da Redação com Agência Estadual

A 13ª Regional de Saúde (RS), sediada em Cianorte, recebeu neste domingo, 24, 1.050 doses da vacina Oxford AstraZeneca do Governo do Estado, contra a Covid-19. No mesmo dia, as doses foram entregues aos 11 municípios de abrangência da Regional. A remessa faz parte de cerca de 86 mil doses que foram direcionadas ao Paraná, dos 2 milhões de imunizantes importadas do Instituto Serum, um dos centros da AstraZeneca para a produção da vacina na Índia.

De acordo com a chefe da 13ª RS, Adriana Guimarães, a orientação foi para que os municípios iniciem a vacinação nesta segunda-feira, 25. “Por isso esse esforço de receber as vacinas no domingo e já distribui-las no mesmo dia, para que eles deem continuidade à vacinação”, disse.

A aplicação deve ser organizada por meio de agendamento, como esclareceu Adriana. Segundo ela, os frascos da vacina vêm em 10 doses. “A organização deve ser feita, porque a partir do momento em que a gente abre esse frasco ele deve ser utilizado em até 6 horas. Então os municípios estão orientados a organizar o agendamento dos profissionais a serem vacinados”, explicou.

Na última terça-feira, 19, a 13ª RS recebeu 1.240 doses da vacina CoronaVac. A chefe da regional ainda esclareceu que a diferença entre as vacinas CoronaVac e AstraZeneca, está relacionada ao prazo de aplicação entre uma dose e outra, já que ambas preveem duas imunizações.

“O primeiro lote que recebemos, da CoronaVac, do laboratório Sinovac, tem uma segunda dose que deve ser feita de duas a quatro semanas após a aplicação. Essas doses já estão separadas no Estado. O Cemepar (Centro de Medicamentos do Paraná), já esta com essas doses reservadas”, esclareceu Adriana.

Já as doses da AstraZeneca, a segunda dose pode ser feita dentro de quarto meses. “Então não temos ainda a segunda dose, não temos separada, pois essa aplicação é para daqui três meses”, explicou. A AstraZeneca vai ampliar o alcance da proteção ao chamado grupo prioritário, formado por profissionais de saúde, pessoas em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI), pessoas com deficiência severa e indígenas. A definição de prioridade segue o Programa Nacional de Imunização, do Governo Federal.

No caso da AstraZeneca, todas as doses serão usadas para pessoas diferentes, já que estão previstas a chegada de novas remessas ao Paraná neste intervalo de 120 dias. Ou seja, considerando a taxa de 5% de descarte, mais de 80 mil paranaenses receberão a primeira dose agora.

O armazenamento de todos os imunizantes está sendo feito no  Cemepar, que conta com ampla estrutura de freezers e câmaras frias, além de questões de segurança.

Cianorte

O maior município ligado a 13ª RS, Cianorte, recebeu nesta segunda distribuição de vacinas 610 doses da AstraZeneca. Já na primeira leva de distribuição, da CoronaVac, foram 618.

Todo o quantitativo recebido da vacina AstraZeneca será distribuído para a 1ª dose. A próxima dose será enviada pelo MS em até 12 semanas

O município tem 1995 trabalhadores de saúde, conforme dado do Ministério da Saúde, atualizado no dia 23 de janeiro de 2020.

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *