Secretário de Iporã é preso e presidente da Câmara é afastado em operação do Gaeco

O Ministério Público do Paraná deflagrou hoje quatro operações, executadas com apoio do núcleo de Cascavel do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Polícia Federal em Iporã (região Noroeste).

A Justiça emitiu mandados de busca e apreensão contra vereadores da cidade e determinou o afastamento do presidente da Câmara, João Francisco Sibim e mais dois servidores, a prisão do secretário de Licitações e de três empresários e a suspensão de contratos do município com uma empresa investigada. No total das quatro operações, foram cumpridos 24 mandados de busca e apreensão, em residências, em gabinetes de vereadores, no Setor de Licitações da Prefeitura e na sede de uma empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *