Pesquisa TRIBUNA/IRG mostra liderança isolada de Marco Franzato

O candidato a prefeito de Cianorte Marco Franzato (PSD) é o favorito para vencer a disputa pela Prefeitura de Cianorte. O candidato da coligação Cianorte A Mudança é Agora (Republicanos/Cidadania/PSL/PSC/MDB/ DEM/PSD e Avante) tem 55% da preferência dos eleitores na pesquisa de opinião pública encomendada pela TRIBUNA DE CIANORTE e realizada pelo Instituto IRG, com sede em Curitiba.

A pesquisa estimulada, aquela em que o entrevistado é apresentado à lista com os nomes dos candidatos, leva em conta apenas os votos válidos. Nela, Eliab Vieira (PP) da coligação Compromisso Com o Povo (PP/PTB/PODEMOS/PSB/PATRIOTA/Solidariedade/PROS/PSDB/PL) é o segundo colocado na sondagem com 30% da preferência do eleitorado ouvido pelo IRG. O candidato da Rede, Víctor Davanço (Rede) tem 11%, Professor Domingos (PT) aparece na pesquisa com 3% e Carlos Destefano (PV) tem 1% da preferência.

Se for levado em conta os votos brancos, nulos e os que não souberam responder, a pesquisa estimulada tem o seguinte resultado: Marco Franzato 47%, Eliab 26%, Víctor Davanço 9%, Professor Domingos, 3%, Carlos Destefano 1%. Não sabem ou não responderam somam 9% e brancos e nulos 5%.

Já na pesquisa espontânea, aquela onde o entrevistado responde sem ser apresentado aos nomes dos candidatos, a preferência por Franzato é menor, mas ainda assim ele lidera com folga a sondagem com 33%, seguido de Eliab com 17%, Víctor Davanço 5%. Professor Domingos tem 2%. Não sabe ou não quiseram opinar somam 39%. Brancos e nulos somam 4%. Carlos Destefano não pontou.

A pesquisa TRIBUNA/IRG também avaliou o nível de rejeição dos candidatos. Eliab Vieira tem a maior rejeição entre os candidatos a prefeito de Cianorte. De acordo com a sondagem, 29% dos entrevistados não votariam no pepista de jeito nenhum. O Professor Domingos (PT) é o segundo na escala de rejeição com 13%. Marco Franzato tem 9%, Carlos Destefano 5% e Víctor Davanço é o candidato com a menor rejeição: 4%. Não sabem ou não responderam somam 27%. Nenhum somam 13%.

A pesquisa TRIBUNA DE CIANORTE/IRG faz parte de um série de sondagens que o jornal tem promovido em várias cidades da região para mostrar o perfil e a preferência do eleitorado. A pesquisa em Cianorte foi realizada entre os dias 19 e 23 de outubro e ouviu 500 moradores eleitores. A margem de erro da sondagem é de 4,4% pontos para mais ou para menos e o nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número PR-05256/2020.

 

Pleno do TRE ‘derruba’ impugnação da pesquisa por unanimidade

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) reformou duas sentenças da Justiça Eleitoral em Cianorte que impedia a publicação da pesquisa eleitoral encomendada pelo TRIBUNA DE CIANORTE e realizada pela IRG Pesquisas entre os dias 19 e 23 de outubro. Na sessão de ontem, 9, o pleno do tribunal reviu as duas decisões da juíza Stela Maris Perez Rodrigues que não só suspendia a publicação da sondagem como também proibiu a  publicação de forma definitiva de qualquer item ou extrato da pesquisa sob pena de pagamento de multa de R$ 50 mil para cada dia de divulgação.

Porém, mesmo diante do revés na Justiça Eleitoral local, o departamento jurídico da TRIBUNA ingressou com recurso junto ao Tribunal Regional Eleitoral que não só reformou a sentença da magistrada como liberou a publicação da pesquisa. Na apelação, os advogados do jornal derrubaram a tese da Rede e da Coligação Compromisso com o Povo e reconhecida pela juíza, de que houve vícios na metodologia aplicada que, na sustentação da acusação, não seguiram o plano amostral, assim como a influência da palavra “agora”, que segundo o partido foi inserido no questionário para induzir o entrevistado a manifestar sua preferência pelo candidato a prefeito Marco Franzato.

O recurso da defesa foi deferido por unanimidade entre os desembargadores do pleno presentes na sessão. Ou seja, a decisão da magistrada em primeira instância foi revista por unanimidade, tornando sua sentença nula.

Para o diretor do jornal, empresário Jedaías Pereira Belga, a decisão do TRE é uma vitória da liberdade de imprensa e da defesa do trabalho do jornalismo que norteia a redação da TRIBUNA DE CIANORTE. “Temos 56 anos de história. Um nome a zelar. Não colocaríamos a nossa credibilidade em risco se não tivéssemos a certeza da lisura dos números e do trabalho sério do Instituto IRG. Nosso objetivo foi apenas um só: o de informar os nossos leitores sobre que rumos a eleição está tomando através de uma pesquisa de opinião com credibilidade. Não fosse isso, teríamos desistido. Sucumbido já na primeira derrota em primeira instância. Mas precisávamos dar uma resposta para os nossos leitores que estavam aguardando essas informações. Mais uma vez a Justiça foi feita em nome do bom jornalismo”, defendeu Jadaías Belga.

Mesmo diante das sucessivas tentativa de impedir que a TRIBUNA DE CIANORTE cumpra com seu papel de informar os seus leitores, a redação do jornal e sua direção continuarão a se manter irredutíveis no propósito de continuar fazendo jornalismo mesmo que suas reportagens contrariem interesses de grupos ou pessoas.

Ainda nesta semana o jornal prepara a publicação de mais uma série de pesquisas eleitorais, não só em Cianorte, como em várias cidades da região. Em respeitos aos seus leitores e à democracia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade da Tribuna de Cianorte.