Coluna ADI_PR

Etapa concluída
O secretário de Saúde, Beto Preto, informou que foi concluída no Paraná a vacinação de índios aldeados e dos idosos em instituições de longa permanência, grupos prioritários como previsto no Plano Nacional de Imunização. Receberam a primeira dose da proteção os 10.565 índios que residem em terras demarcadas e 12.224 idosos, com 60 anos ou mais, residentes em instituições de longa permanência para idosos (ILPI).

IPVA
Termina na sexta-feira o prazo de pagamento à vista do IPVA. As datas finais para o pagamento à vista acontecem desde o dia 25 até 29 de janeiro, conforme o número final da placa do veículo. Essa opção conta com um desconto de 3%. No dia 19 de janeiro, a Receita Estadual do Paraná havia prorrogado o prazo de vencimento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) devido uma instabilidade no site da Secretaria da Fazenda, que causou lentidão no sistema.

Atendimento online
O atendimento presencial nos fóruns e cartórios eleitorais do Paraná permanece suspenso como medida preventiva à pandemia de Covid-19. Os serviços da Justiça Eleitoral estão disponibilizados pela internet. O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná conta também com o Disque-Eleitor 0800-640-8400 ou diretamente com o cartório eleitoral por telefone, e-mail ou WhatsApp.

Cidade industrial
Ponta Grossa é sede de mais uma indústria, a gaúcha Pervale. A empresa escolheu a cidade nos Campos Gerais para montar a sua terceira unidade, as outras duas estão nas cidades de Novo Hamburgo e São Leopoldo, no Rio Grande do Sul. A indústria é fabricante de componentes para a construção civil, têxtil e agricultura. A planta de Ponta Grossa irá fabricar principalmente materiais filtrantes para serem aplicados nas fábricas de biodiesel e óleos. A unidade deve gerar 30 empregos diretos.

Nas alturas
Petrobras anuncia novo aumento no preço dos combustíveis. Depois da disparada de 7,6% em 18 de janeiro, o preço voltou a subir pela segunda vez no ano. Com o novo reajuste, o preço médio da gasolina passa a ser de R$ 2,08, uma alta de R$ 0,10 por litro repassado ao consumidor. O diesel também terá aumento, o avanço no preço médio é de R$ 0,09, com a alta de 4,4%, passando para R$ 2,12 nas refinarias.

Reformas
O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a declarar que apenas com a imunização contra a Covid-19 e o andamento da agenda de reformas o país poderá alcançar uma retomada. “Para que a economia possa voar novamente, nós precisamos acelerar essa vacinação em massa”, afirmou. Guedes também apelou para que o Congresso empenhe-se no andamento das privatizações e das reformas administrativas e tributária.

Congresso do agro
O Instituto Brasileiro de Direito do Agronegócio (IBDA) promove a primeira edição do Congresso Brasileiro de Direito do Agronegócio, no dia 31 de março de 2021. O evento contará com participação presencial e online e também terá transmissão virtual pelo site oficial. Na programação estará o debate sobre as Reformas e a Competitividade; Sustentabilidade e Segurança Alimentar; Participação do Investimento Estrangeiro; e Sistema de Financiamento Privado.

Sisu
O Ministério da Educação (MEC) informou que as instituições públicas de educação superior têm de 8 a 12 de fevereiro para fazer a adesão ao primeiro processo seletivo de 2021 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A seleção dos candidatos às vagas disponibilizadas serão exigidos, exclusivamente, os resultados obtidos pelos estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020.

Vacinas ao Brasil
As vacinas contra a covid-19 distribuídas até o momento são suficientes para imunizar 7% dos públicos prioritários definidos no plano de imunização contra a doença. Segundo o Conass, até o momento, foram encaminhadas aos estados 8,9 milhões de doses, entre vacinas da Oxford/AstraZeneca e CoronaVac. Os públicos prioritários do plano de vacinação somam 77,2 milhões de pessoas. Para imunizar todo este contingente, são necessárias mais de 154 milhões de doses. A previsão do governo brasileiro é que em 2021 sejam adquiridas ou fabricadas por instituições brasileiras 354 milhões de doses de vacinas contra o novo coronavírus.

Registro definitivo
Nesta sexta-feira a Fiocruz deve pedir o registro definitivo da vacina de Oxford. A aprovação permitiria a imunização em massa das parcelas da população que participaram dos testes clínicos. No uso emergencial, o único aprovado até agora no Brasil, só é possível utilizá-los em um público alvo pré-definido e durante um prazo pré-determinado. Se o pedido for concretizado, será o primeiro do tipo feito em território nacional.

Setor privado
O presidente Jair Bolsonaro se disse favorável à compra de imunizantes pela iniciativa privada. O setor privado negocia 33 milhões de doses da vacina de Oxford, com a prerrogativa de que 16,5 milhões seriam repassados ao SUS gratuitamente. A AstraZeneca, que produz o fármaco, descartou a possibilidade por meio de uma nota. Segundo a farmacêutica, “no momento, todas as doses estão disponíveis por meio de acordos firmados com governos e organizações multilaterais”.

Sem ocupação
O levantamento realizado pela consultoria IDados, com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Trimestral, mostra que entre os meses de setembro de 2019 e de 2020, 11,5 milhões de brasileiros saíram da população ocupada no setor privado, número recorde. O Brasil tinha 70,6 milhões de trabalhadores que atuavam no setor privado em setembro do ano passado, número que inclui formais, informais, empregadores, conta própria, entre outros.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade da Tribuna de Cianorte.