Sebrae oferece consultorias para MEIs; maior preocupação é com o setor financeiro

Com a crise provocada pela pandemia do coronavírus muitos microempreendedores individuais, e micro e pequenos empresários estão passando por dificuldades. Para auxiliar esses pequenos negócios, a Prefeitura de Cianorte, por meio da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Vestuário, Serviços e Turismo, através da Casa do Empreendedor, em parceira com o Sebrae, oferece consultorias online em três áreas, entre elas Marketing, Finanças e Orientação ao acesso a crédito. A maior preocupação dos empreendedores é com relação ao financeiro das empresas.

Os serviços eram oferecidos de maneira presencial, porém, para evitar contato e possível transmissão da doença, agora são realizados na forma online.

As consultorias, que são feitas por especialistas nas referidas áreas, são destinadas aos MEIs de Cianorte e região, cadastrados na Casa do Empreendedor, e são individuais, com duração de uma hora. 

A inscrição e o agendamento são gratuitos, e podem ser efetuados pelo telefone (44)3619-6370 ou no (44)99133-1789 (WhatsApp). O Sebrae também disponibilizou cursos à distância (EADs) para todos os portes de empresas e para quem ainda não é empreendedor. Os cursos podem ser acessados pelo site (https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/cursosonline).

“Essa consultoria é realizada por um profissional especializado, cujo objetivo é esclarecer dúvidas organizacionais. O projeto pretende facilitar o acesso dos micro e pequenos empreendedores a informações fundamentais e busca qualificar os profissionais para enfrentar e superar a crise. A nossa atuação é ajudar na manutenção e criação de novos empregos”, destacou o secretário da pasta, Wanderley Fernandes.

Casa do Empreendedor

Conforme esclareceu a agente de desenvolvimento da Casa do Empreendedor, Idaliana Alves, desde que começou a pandemia, o estabelecimento não fechou, apenas reduziu o horário de funcionamento “Ficamos até às 13 horas, mas o atendimento presencial diminuiu muito. Tudo começou a ser direcionado para o meio online ou por telefone”, contou.

De acordo com Idaliana, desde o dia 23 de março, início da quarentena, a Sala do empreendedor recebeu 412 pessoas, tirando os contatos por telefone. A agente de desenvolvimento reforça que a principal preocupação dos MEIs é com relação ao setor financeiro. “Eles se preocupam mais com o financeiro, com o que podem inovar e fazer”, explicou.

Conforme Idaliana, o perfil das pessoas que procuram a Casa do Empreendedor está entre os 30 anos e a maioria vem do setor do vestuário e comércio, principalmente as costureiras, que neste período de pandemia são contratadas para a produção de máscaras para empresas. “A maioria que busca auxílio são costureiras que buscam fazer notas fiscais para o seu serviço”, afirmou.

No início da pandemia, o estabelecimento precisou parar com os cursos e consultorias. Por isso, para colaborar com os MEIs, surgiu a ideia dos trabalhos por meio de vídeos. “Entramos em contato com o Sebrae para transformar o trabalho em vídeo”, explicou.

Para participar das consultorias bastante entrar em contato pelos telefones disponíveis. Os MEIs que nunca foram à Casa do Empreendedor precisam ir até o estabelecimento para que recebam orientações e regulem sua situação.

“O MEI precisa estar regulado e tem muitos MEIs que não conhecem a Casa e que não tem alvará. Os que já temos contato direto no cadastro, já orientamos e marcamos pelo telefone”, reforçou Idaliana.

De acordo com a gente de desenvolvimento, muitas pessoas afirmaram que o acesso online facilitou o dia-a-dia. “Eles falam: ‘por que você nunca falou que a gente podia fazer tudo online?’ Eles tinham que vir aqui conversar e agora podem fazer tudo online. ‘Não preciso sair de casa, facilitou bastante’, os empreendedores comentam”, relatou a agente de desenvolvimento.

Além disso, para colaborar com o trabalho do MEIS, a declaração obrigatória teve a data alterada, podendo ser entregue até o dia 30 de junho. “Além da declaração, alguns boletos também foram jogados para o final de julho para  dar um maior prazo”, concluiu Idaliana.

 

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp. Basta acessar o link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade da Tribuna de Cianorte.