PRE reforça cuidados nas estradas durante viagens de fim de ano

Da Redação

Neste ano, o número de acidentes nas rodovias teve queda. Devido à pandemia do novo coronavírus, os motoristas reduziram a frequência de viagens e ficaram mais em suas casas. Porém, mesmo com a redução dos números a Polícia Rodoviária Estadual orienta os condutores durante o tráfego para evitar acidentes.

Durante a Operação Natal em 2018 a PRE registrou quatro acidentes nas rodovias da região. Oito pessoas ficaram feridas e uma faleceu. No ano seguinte, o número aumentou para seis acidentes. Em 2019, 13 pessoas ficaram feridas e uma morreu. A Operação Natal acontece normalmente entre os dias 20 a 25 de dezembro.

Já na operação de Ano Novo, chamada de Réveillon, foram registrados dois acidentes tanto em 2018 quando em 2019. Mas no ano passado, nove pessoas ficaram feridas e no ano anterior duas. Essa operação normalmente acontece entre os dias 27 de dezembro a 1º de janeiro.

Neste ano, a PRE ainda não divulgou as datas das operações de final de ano.

Orientação

De acordo com o cabo da PRE, Fabiano de Veiga, é importante que os motoristas Antes confiram se os itens básicos de segurança estão em ordem. “É necessário garantir que o carro esteja em boas condições. Checar se os documentos do carro estão em dia, não usar o celular enquanto dirige, não ultrapassar em local proibido, não transitar pelo acostamento nos congestionamentos, respeitar a sinalização, o limite de velocidade e não dirigir após a ingestão de  bebida alcoólica”, reforçou o cabo. Segundo ele essas são as infrações mais comuns e que trazem risco para os usuários das rodovias.

Além das orientações para os motoristas, Veiga reforça o cuidado que os passageiros de ônibus devem tomar. “O cinto de segurança no ônibus é obrigatório, ele evita acidentes e mortes em situação de colisão ou tombamento. Normalmente, em tombamentos, quem esta sem cinto morre ou tem sequelas graves”, alertou.

Veiga ainda esclareceu que os motoristas devem evitar parar em locais de acidentes. “Essa atitude tumultua o trabalho da PRE e do Corpo de Bombeiros e ainda pode causar outros acidentes”, explicou.

Segundo o cabo, em situação de acidente ou pane no veículo, é necessário que o motorista sinalize o local. “Seja com o triângulo, com galhos, ou com outros objetos. Devem coloca-los a uma distancia segura do local do acidente ou pane. Se tiver uma curva, sinalizar antes. Além disso, o condutor e passageiros nunca devem permanecer próximos ou no interior do veiculo”, reforçou.

Em caso de acidente nas rodovias estaduais, a Polícia Rodoviária pode ser acionada pelo telefone de emergência 198.

PRE: dicas para uma viagem segura e tranquila

Planejamento: busque viajar em horários de menor movimento, são ideais para evitar congestionamentos;

Freios: verifique o sistema completo, caso alguma peça esteja desgastada ou com algum defeito, ela deve ser substituída;

Pneus: certifique-se de que eles não estão gastos e confira a calibração, inclusive o estepe;

Demais equipamentos de segurança: verifique o macaco, chave de roda, palhetas do para-brisa, bateria e sistema de iluminação;

Documentação: confira se a documentação está paga através do site do Detran. O motorista pode portar o documento impresso e as versões digitais da CNH e do documento do veículo;

Sono: não viaje com sono, qualquer cochilo basta para provocar um acidente. Se o sono bater no meio da viagem, pare em um local seguro como postos de combustíveis ou praças de pedágio;

Crianças: o uso do bebê conforto, assento de elevação ou cadeirinha é obrigatório;

Chuva forte e Neblina: redobre a atenção e mantenha os faróis baixos e de neblina, caso o veículo possua, acesos. Além disso, durante momentos de visibilidade baixa, reduza a velocidade. Caso tenha que parar, procure um local seguro e evite o acostamento;

Ultrapassagem: verifique se na faixa contrária há espaço e tempo suficiente para que a manobra não coloque em risco quem vem no sentido oposto. Leve em consideração o comprimento e a velocidade do veículo que está ultrapassando, além da  velocidade de quem vem na direção contrária;

Ultrapasse somente em local permitido pela sinalização: ultrapasse apenas quando a sinalização permitir. A negligência continua o maior motivo de acidentes;

Animais na estrada: a PRE orienta os proprietários dos animais para que verifiquem a situação as cercas e porteiras para evitar que esses animais vão pra rodovia e causem acidentes. Caso ocorra um acidente o dono do animal seja identificado, ele responderá criminalmente pela situação.

 

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *