Perito se atrasa por duas horas, e agendamentos do INSS ficam parados em Cianorte

Por RPC Noroeste

O atraso de um perito do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em Cianorte, no noroeste do Paraná, deixou agendamentos parados durante a manhã desta quarta-feira, 6, por cerca de duas horas.

Das 12 perícias agendadas, oito acabaram atrasando, de acordo com pessoas que aguardavam pelo atendimento.

As consultas deveriam ter começado às 7h, no entanto, o médico perito chegou na agência do INSS por volta das 9h30.

Keli Cristina Correa, que é diarista, tinha a perícia agendada para 7h. Moradora de Nova Esperança, também na região noroeste, ela contou que precisou gastar com um carro de aplicativo para chegar no horário. “Paguei R$ 240, e como ele [motorista] tinha uma consulta para levar uma mulher em Maringá, ele perdeu R$ 150, porque tá aqui comigo”, reclamou.

Já Ademir Pereira de Oliveira é morador de Sarandi, na região norte. Ele contou que acordou às 3h da manhã para chegar a tempo para a perícia.

“Meu filho perde um dia na empresa para me trazer. A gente tá aqui porque a gente precisa, porque a gente necessita de uma miséria do governo. É essa miséria que vai por comida na panela da gente.”

Funcionários do INSS que preferiram não se identificar afirmaram à RPC que o atraso do perito é comum. O médico preferiu não gravar entrevista.

O INSS afirmou que está investigando o ocorrido e que irá tomar as medidas cabíveis. Caso haja comprovação dos atrasos, o servidor poderá responder a um processo administrativo, segundo o órgão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade da Tribuna de Cianorte.