Em Cianorte, chuva da trégua no Natal

Da Redação

Em Cianorte, assim como em todo o Estado, o verão é um período de chuvas intensas pontuais e de curta duração. Nos últimos dias, foi registrado um grande volume de chuvas, e a previsão segue na próxima semana, mas com uma trégua durante o Natal, conforme informações do Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar).

Até esta terça-feira, 22, há chances de chuvas de até 58% e temperatura que varia de 22°C a 29°C. A partir de quarta-feira até um dia depois do Natal, a chuva da uma trégua na região.

Do dia 23 ao dia 26 a probabilidade de chuva registrada pelo Simepar é de 0%, ou seja, Cianorte passará por um Natal quente e sem chuvas. As temperaturas máximas chegarão aos 32° e as mínimas entre 20 e 22°C. A partir do dia 27 ao dia 4 de janeiro, a chave de chuva sobe para 95%. Nesses dias, a máxima varia de 31 a 24°C e a mínima fica na casa dos 20°C.

Início do verão

O verão começou às 07h02 de segunda-feira, 21, e termina às 06h38 de 20 de março de 2021. Segundo o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), a ocorrência de chuvas ficará entre ligeiramente abaixo e próxima à média climatológica em todas as regiões, mantendo-se a distribuição espacial e temporal irregular verificada nos últimos meses. São previstos vários dias consecutivos de tempo seco e muito quente.

“Presente na primavera, o fenômeno climático La Niña continuará ativo, com intensidade fraca a moderada, perdendo força no final do verão”, afirma o meteorologista do Simepar, Reinaldo Kneib.

Além disso, uma bolha de água mais quente se forma na Costa Sul do Brasil, Uruguai e Argentina, com tendência a diminuir em fevereiro. “O cenário climático global indica temperatura média do ar próxima à normal climatológica, porém estão previstos dias consecutivos de altas temperaturas, que podem causar desconforto técnico”, informa.

A severidade e a localização das tempestades típicas da estação só podem ser verificadas em curto ou curtíssimo prazo. “Apesar da previsão de chuvas mais frequentes do que as registradas na primavera, o panorama para o primeiro trimestre de 2021 é de recuperação lenta dos níveis dos reservatórios de abastecimento de água no Paraná”, observa Kneib.

Chuvas na estação

Os meteorologistas destacam que o verão é a estação mais chuvosa no estado, o que deve também ser registrado neste ano. O período registra chuvas intensas, pontuais, de curta duração e com muitos raios, vendavais e granizo, em todo o Paraná.

Entretanto, o Simepar explica que a ocorrência de chuvas ficará entre “ligeiramente abaixo e próxima à média climatológica” em todas as regiões.

Não há como prever a médio ou longo prazo, segundo os meteorologistas, onde devem ser registradas as tempestades típicas do verão e nem com qual intensidade devem ocorrer.

Os meteorologistas afirmam também que são previstos vários dias consecutivos de tempo seco e muito calor, com registro das temperaturas mais altas nas regiões oeste, sudoeste, norte e litoral.

Seca de 2020 é a pior da história paranaense

Desde maio, o Paraná está em situação de emergência hídrica por causa da severa estiagem que vem enfrentando.

A seca registrada neste ano é a pior da história paranaense. De acordo com o Simepar, os efeitos da estiagem prejudicaram safras de soja e de milho no estado.

Diante dos danos no campo, muitos agricultores precisaram replantar e adequar cultivos de ciclos mais curtos, para salvar a produção.

A agrometeorologista do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-Paraná), Heverly Morais, destacou que a perspectiva de chuvas e temperaturas dentro das médias históricas favorece o desenvolvimento da agricultura neste verão, com boa produtividade, beneficiando a soja, o milho e as frutíferas em geral.

Por isso, ela recomenda o cuidado intensivo para com as hortaliças, que podem ser afetadas pelas chuvas fortes e temperaturas elevadas, típicas da estação que começa nesta segunda-feira.

 

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *