Técnica de enfermagem morre após ter corpo queimado pelo ex-marido em Maringá

Por G1 Paraná

Uma técnica de enfermagem que teve o corpo queimado pelo ex-marido, segundo a policia, morreu no domingo, 21, em Londrina. O crime aconteceu no dia 16 de janeiro, em Maringá.

À época, a Polícia Militar (PM) informou que Daniela de Fátima Navalon, de 41 anos, teve 25% do corpo queimado depois do ex-marido dela ter incendiado uma casa.

Segundo a polícia, a filha da vítima ligou para a PM dizendo que o homem estava transtornado e trancou os dois irmãos dela, além de Daniela, em um quarto. Ela relatou ainda que o suspeito ameaçou matar todos.

A filha de Daniela conseguiu quebrar uma janela e fugir com os dois irmãos. Ao chegar no local, a polícia ouviu gritos e disse que viu o homem tentando arrastar a mulher para lugares da casa onde as chamas estavam mais fortes.

Os dois foram socorridos. Daniela foi levada para o Hospital Universitário de Maringá, mas precisou ser transferida para Londrina por conta da gravidade dos ferimentos.

O ex-marido dela foi levado para um hospital de Sarandi, no norte do Paraná, sob escolta policial, e preso, na sequência.

Segundo a polícia, Daniela tinha uma medida protetiva contra o ex-marido.

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *