Prefeito de Indianópolis quer recape de trecho crítico da rodovia PR-082

Da Redação

O prefeito de Indianópolis, Juliano Trevisan encaminhou ontem, 10, um ofício ao secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná (Seil), Sandro Alex, para que inclua no pacote de obras que o Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) vai dar início em breve para recuperar 307 quilômetros de rodovias da região, o trecho de sete quilômetros da PR-082, que liga o município até a ponte sobre o Rio do Índio.

O trecho, apesar de estar dentro do lote de rodovias que serão recuperadas pelo DER esse ano, acabou não sendo contemplado com a reforma. Trevisan justifica que o trecho é de considerável importância para a economia regional, porque integra várias cidades da região, além de ser a principal ligação de Indianópolis com Cianorte e São Tomé.

O ofício encaminhado ao secretário também foi assinado pelo presidente da Associação dos Municípios de Médio Noroeste do Paraná (Amenorte) e prefeito de Tapejara, Rodrigo Pezão Koike.

Juliano Trevisan também explicou que anteriormente já havia discutido a possibilidade do recape asfáltico da PR-082, incluindo o trecho de sete quilômetros, com secretário Sandro Alex. O prefeito justifica que o pavimento do trecho está em péssimas condições e a estrada é um importante corredor econômico da microrregião, por onde passa boa parte da produção agrícola da região.

“O recape do asfalto daquele trecho significa economia para nossa região. Uma estrada em boas condições ajuda a desenvolver as cidades e facilita o comércio de produtos e serviços. Conto com a sensibilidade do nosso secretário apara ajudar Indianópolis e toda a região”, disse o prefeito.

OBRAS

Pelo menos nove cidades do Médio Noroeste do Paraná serão impactadas por um pacote de obras emergenciais do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR). O órgão está licitando a execução de serviços de conservação e manutenção de 307,56 quilômetros de rodovias no Noroeste do Estado. Pela previsão, a intenção é recuperar o pavimento de mais de 300 quilômetros de rodovias estaduais que ligam e integram a maioria das cidades da microrregião de Cianorte.

Empresas ou consórcios interessados devem protocolar suas propostas de preços e documentos de habilitação até o dia 30 de junho. O valor estimado para o contrato é de R$ 79.677.833,88.

Serão atendidas as rodovias que passam por Cianorte, Cidade Gaúcha, Floraí, Guaporema, Indianópolis, Japurá, Nova Esperança, Nova Olímpia, Presidente Castelo Branco, Rondon, São Carlos do Ivaí, São Jorge do Ivaí, São Manoel do Paraná, São Tomé, Tapira e Terra Boa, beneficiando os mais de 200 mil habitantes dos 16 municípios.

Os primeiros trechos contemplados devem ser a PR-482, entre Tapira e Nova Olímpia, a PR-479, de São Manoel do Paraná até Indianópolis; a PR-498, entre Japurá e o Rio Ivaí; a PR-180, de Guaporema a Rondon; e a PR-082, de Cidade Gaúcha a Nova Olímpia. Serão múltiplas frentes de trabalho atuando para garantir o cumprimento do prazo contratual e atender a população o mais breve possível.

LICITAÇÃO

No dia 1º de julho, às 14 horas, será a abertura dos envelopes das propostas de preços, seguida de análise pela comissão de licitação, com publicação do resultado em Diário Oficial e no portal Compras Paraná nos dias seguintes. A modalidade utilizada é a Concorrência Pública, em que é considerada vencedora a participante que oferecer o menor preço.

O contrato prevê a execução de serviços rotineiros de conservação, como remendos profundos e superficiais, fresagem, reperfilagem, microrrevestimento, melhorias no sistema de drenagem e na sinalização horizontal.

Esses trechos originalmente seriam contemplados no antigo lote 11 do programa Conservação de Pavimentos (COP) do DER/PR, uma licitação do governo anterior que chegou a ser suspensa pela Justiça, e que depois teve o contrato rescindido sem execução de melhorias.

Após análise da situação atual do pavimento, foi verificado pela Diretoria de Operações do DER/PR que a licitação de um novo contrato de conservação seria necessária, prevendo a execução de serviços de conservação que atendam adequadamente estas rodovias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade da Tribuna de Cianorte.