PM atende ocorrências de violência doméstica entre casais

Durante o fim de semana, a equipe policial da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) atendeu duas ocorrências de violência domésticas, em Cianorte e Japurá. Um dos autores foi detido e encaminhado à 21ª Subdivisão Policial (SDP) e o outro foi liberado, pois a mulher decidiu não prestar queixa.

Na tarde de domingo, 5, por das 19 horas, a equipe Rádio Patrulha Auto (RPA) foi solicitada pela Central de Operações para comparecer na Rua Tom Jobim, Zona 8, para atender uma ocorrência envolvendo violência doméstica.

As equipes da Rotam e RPA deslocaram-se até o local e na residência foram recepcionadas por um homem de 30 anos. Nada de ilícito foi encontrado. O homem informou que teve uma discussão com sua convivente uma mulher de 28 anos.

A discussão inicial teria ocorrido em um churrasco nas proximidades. Mas em casa, o casal teria se trancado no quarto e iniciado agressões mútuas por alguns minutos. A mulher começou a gritar e uma das filhas ligou para a Central de Operações informando sobre a situação.

Mais calmos, a mulher decidiu não representar contra seu convivente. Ela ainda informou que iria sair da casa e dormir em outra residência. Ambos foram orientados quanto aos procedimentos necessários.

Sábado

Em Japurá, na tarde do último sábado, 4, um homem de 36 anos foi preso pela equipe policial depois de agredir sua convivente, de 33 anos.

Após ligações para o celular do destacamento de Polícia Militar de Japurá, informando a violência na Rua Tocantins, a equipe se deslocou até o local. Os policiais viram um indivíduo, com as características repassadas nas ligações, correndo para uma residência. A equipe foi atrás do homem que apresentava sinais de embriaguez e agressividade.

A vítima, uma mulher de 33 anos, confirmou que o abordado seria seu agressor. No local, muitos populares estavam revoltados com a situação. O agressor ainda tentou atacar pessoas que estavam em volta e foi detido pela equipe policial. Ele foi conduzido para a 21ª SDP para providências cabíveis.

Delegacia

De acordo com a escrivã da Delegacia da Mulher, Simone Ziliane, os casos de violência doméstica aumentaram expressivamente durante a pandemia. Conforme Simone, são registrados por dia uma média de dois casos, dentre agressões entre casais e também envolvendo crianças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *