Peão de rodeio do Paraná está desaparecido no Mato Grosso

A Polícia Civil de Campo Verde, a 140 quilômetros de Cuiabá, está investigando o desaparecimento do peão de rodeio Édipo Fernando Ortega da Silva, de 33 anos. Silva era de Cruzeiro do Sul (PR) e estava trabalhando em uma fazenda na cidade mato-grossense. 

Ele foi visto pela última vez quando deixou a propriedade no início da noite de terça-feira (11) para ir à casa da namorada. Seu carro, um Fiat Uno, foi encontrado queimado na manhã de quarta-feira (12), na MT-450, a cerca de 10 quilômetros de Campo Verde. 

A investigação sobre o desaparecimento do peão, de acordo a Polícia Civil, está sendo feita levando-se em conta três possibilidades: crime passional, vingança ou dívida. Na manhã desta sexta-feira (14) o ex-marido da mulher com quem Silva estava se relacionando foi ouvido e negou qualquer participação no desaparecimento do peão. 

De acordo com o chefe do setor de investigação da PC em Campo Verde, Mansur Ayub, Silva pode estar morto. “Pelas circunstâncias, provavelmente. Só não foi encontrado o corpo e não podemos afirmar quem matou”, disse o policial. 

Segundo as informações, os pais de Édipo estão indo para o Mato Grosso acompanhar as buscas pelo filho, que está sendo feita com a ajuda de um grupo de amigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *