Mulher de 55 anos morre em acidente na saída para Vidigal

Uma mulher de 55 anos faleceu na tarde desta quinta-feira, 22, em um acidente envolvendo uma Honda Biz e uma Chevrolet S10. A vítima atingiu a lateral da caminhoneta e não resistiu aos ferimentos. A colisão ocorreu no cruzamento da Avenida Souza Naves com Minas Gerais, na saída para Vidigal.

Conforme informações da Polícia Militar, ao chegar ao local do acidente a equipe avançada do Samu e o Corpo de Bombeiros prestavam atendimento à vítima. Devido à gravidade dos ferimentos, a mulher não resistiu e morreu no local.

De acordo com a PM, a mulher seguia pela rodovia municipal Vereador Jose da Silva, no sentido ao centro da cidade, e ao cruzar a Avenida Minas Gerais atingiu a lateral da caminhoneta que transitava na Avenida Souza Naves. O carro realizava uma conversão à esquerda para acessar a Minas Gerais, no sentido ao trevo para São Tomé. Segundo informação policial, o impacto causado pela colisão arremessou a vítima para o alto.

Após o ocorrido, o condutor da caminhoneta permaneceu no local e acionou as equipes de socorro para o atendimento da vítima.

O motorista do veículo devidamente habilitado acompanhou a equipe até a sede da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), onde fez o teste etilométrico. O resultou foi de 0,00 mg/L, ou seja, não houve infração ou crime de trânsito.

Durante a verificação dos veículos, foi constatado que a moto apresentava débitos anteriores e a condutora não possui CNH ou PPD. Foram confeccionadas as devidas notificações e ambos os veículos foram recolhidos ao pátio da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) para posterior encaminhamento a delegacia/perícia.

Nas redes sociais, muitas pessoas demonstraram descontentamento com a situação do cruzamento. Alguns pediram a colocação de radares semafóricos, pois alguns motoristas não respeitam o sinal.

Acidente

No começo do mês, seis pessoas tiveram ferimentos leves e escoriações em um acidente entre um carro e um ônibus de transporte de funcionário no mesmo local. O carro, que tinha cinco pessoas, dentre elas uma criança, atingiu um poste, enquanto o ônibus bateu no muro da esquina.

No dia, pessoas falaram do excesso de velocidade no local e do tempo do semáforo, que possui apenas dois tempos, e que atrapalha o tráfego no local. No cruzamento, o sinal abre ao mesmo tempo para os dois lados.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade da Tribuna de Cianorte.