Flexibilização libera eventos com até 50 pessoas no mês com maior registro de casos

Da Redação

A Prefeitura de Cianorte divulgou na noite de quinta-feira, 24, um novo decreto municipal flexibilizando algumas medidas de contensão a Covid-19. O toque de recolher passa a funcionar das 22 horas até as 5horas, e permite a realização de eventos de até 50 pessoas com a utilização de no máximo 30% da capacidade do local, e seguindo as regras sanitárias. A medida altera o alerta de risco de contaminação no município de bandeira vermelha para a laranja.

A liberação causa estranheza porque acontece em pleno mês de junho, ciclo que já tem o maior número de casos confirmados em toda pandemia e coincide ainda com a chegada do inverno e consequente queda nas temperaturas, fator que pode propagar o coronavírus.  Somente em junho já são 1.459 casos confirmados da doença.

Com o novo decreto, bares, lanchonetes e restaurantes também podem atender com 50% da capacidade e com retiradas no balcão, de segunda a sábado das 7 horas às 21h45. No domingo os estabelecimentos podem atender até às 17 horas. Delivery está permitido todos os dias até a meia noite. Sorveterias, cinema, e consumo de alimentos na feira do produtor é permitindo até as 22h45.

De acordo com Secretário de Defesa Civil, tenente-coronel Elias Ariel de Souza, os novos índices das últimas duas semanas indicam a possibilidade de flexibilizar de algumas medidas. Mas essas decisões são tomadas semanalmente, e um novo indicador pode mudar novamente os decretos.

“O status mudou, mas não é permanente, estamos em uma situação mais otimista do que há um mês atrás. O alerta continua, e isso tem muita relação ao comportamento individual das pessoas. No final das contas isso é ponto chave a ser avaliado, e com indicativos piores nós vamos reavaliar as estratégias”, explica o coronel.

Para o Comitê de Operações Emergenciais (COE), as medidas foram possíveis pelo número de vacinados que aumentaram também nas últimas semanas e com os resultados das fiscalizações intensas.

“A intenção é efetivamente colaborar com a atividade econômica e melhorar a situação pandêmica da cidade. A vacinação avança para baixo de 50 anos, o que nos conforta, mas é claro que se os indicadores mostrarem que as medidas causam transtornos, então devemos revisar os planos”, finaliza o coronel.

NÚMEROS

Cianorte alcançou na sexta-feira, 24, os 8.469 contaminados por Covid-19 no município, e 148 óbitos por decorrência da doença. 196 pessoas estão em monitoramento, e o último boletim indicou 47 novos casos em 24 horas.

De acordo com o boletim da Secretaria Municipal de Saúde, a Fundação Hospitalar de Cianorte (Fundhospar) está com 100% de lotação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Sistema único de Saúde (SUS), e com dois leitos disponível na rede particular e de convênios. Quatro moradores de Cianorte estão internados na UTI na Fundhospar e outros quatro cianortenses estão em hospitais da região.

O último óbito foi registrado 24 de junho, a idosa de 94 anos estava internada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Cianorte. De acordo com os médicos, ela possuía comorbidades.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *