Em meio a novos casos de Covid -19, clientes e estabelecimentos desrespeitam medidas de prevenção

Da Redação

Em três dias, 90 novos casos da Covid-19 foram confirmados em Cianorte. Com apenas um leito de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) disponível, a preocupação parece não incomodar os proprietários de estabelecimentos, muito menos seus clientes, e nem a uma parte da população, que não respeita as medidas de prevenção.

Não é difícil encontrar estabelecimentos pela cidade com aglomerações, mesas e cadeiras sem o limite necessário de distanciamento, além de filas para entrar em bares lotados de Cianorte.

A equipe da Vigilância Epidemiológica, com apoio da Polícia Militar realizam fiscalizações em estabelecimentos por diversos horários do dia. De acordo com a prefeitura, poucas notificações foram aplicadas até o momento, mas a fiscalização deve ser intensificada nos próximos dias. As abordagens são realizadas durante patrulhamentos e após denúncias de estabelecimentos em atendimento fora do horário permitido pelo decreto, e por número de clientes acima do permitido.

Segundo a secretária de Saúde, Rebeca Galiott, nos próximos dias Cianorte pode voltar ao Alerta Vermelho para o contágio. “Estamos alinhados para evitar o aumento da utilização das taxas hospitalares. A nossa preocupação é que as medidas necessárias para prevenção do contágio são simples e de acesso a toda população. È possível haver a mudança para o Alerta Vermelho, tudo vai depender do perfil epidemiológico do município, por enquanto mantêm-se o último decreto”, explicou a secretária.

A Prefeitura de Cianorte e o Comitê Técnico de Enfrentamento ao Coronavírus e Ética Médica, vão se reunir com prefeitos da Associação dos Municípios do Médio Noroeste (Amenorte) para discutir sobre as condições dos municípios para a assistência e prevenção aos casos de Covid-19.  A reunião que vai acontecer amanhã, 24, decidirá se haverá mudanças no decreto Nº 01/2021 de consolidação das medidas de enfrentamento ao novo coronavírus.

De acordo com a secretária de saúde, ainda não foi mencionada a necessidade de um novo lockdow. “Acreditamos que não vai ser necessário, o que precisamos é que a população seja colaborativa, e fique em alerta para que não avance mais do que está”, citou Rebeca.

Desde o início da semana o número de atendimentos na Unidade de Pronto Atendimento (Upa) da cidade, dobrou. Em vídeo compartilhado nas redes sociais, o prefeito Marco Franzato pediu à população que evite sair de casa por mais um tempo, ele ressaltou a falta de vagas na UTI, e afirmou que a situação é bastante crítica no município.

“A Upa seguia nas últimas semanas com uma média de 100 atendimentos por dia, nesse fim de semana os números subiram para 200 atendimentos, desses, mais de 60 pessoas foram positivados. Nossa UTI está lotada, assim como os estabelecimentos. Precisamos que por mais um tempo a população evite sair de casa, agora precisamos trabalhar em conjunto”, afirmou o prefeito.

 Números

Segundo o último boletim divulgado hoje,23, pela Secretaria Saúde, das 17 pessoas testadas positivo nas últimas 24 horas, 3 são mulheres, com idades entre 18 a 52 anos, 10 homens, com idades 26 e 74 anos; 2 meninas de 7 meses á 10 anos, e 2 meninos com idades de 13 e 15 anos.

Destes, dois tiveram contato com casos confirmados anteriormente. Os demais desconhecem a forma de contágio.

Desde o início da pandemia foram registrados 49 óbitos por complicações da doença, e 3.905 casos confirmados no município.

 Internação

A Fundação Hospitalar do Paraná (Fundhospar) emitiu uma nota esclarecendo aos pacientes que há escassez de profissionais médicos e enfermeiros para o atendimento, e que o número de internações está próximo ao limite.

Na segunda-feira Cianorte ficou sem leitos de UTI disponíveis. O último boletim divulgado pela Fundhospar informou a disponibilidade de uma vaga de leito na UTI para a rede particular e de convênios.

Os pacientes que precisam de leitos de UTI são encaminhados para hospitais da região. Apenas 100 leitos estão disponíveis em todo o estado.

A Fundhospar é responsável pelo atendimento de aproximadamente 160 mil habitantes, entre a cidade e municípios vizinhos.

Hoje o hospital tem quatro profissionais afastados, dois por apresentarem sintomas da Covid- 19, e outros dois por isolamento domiciliar.

 Vacinômetro                           

Desde o dia 19 de janeiro, quando chegaram as primeiras vacinas contra a Covid-19 em Cianorte, a Secretaria Municipal de Saúde imunizou 1.768 pessoas, de acordo com os grupos prioritários, sendo que 644 já receberam a segunda dose.

Ainda estão disponíveis 220 doses que vão ser aplicadas nos próximos dias. As Primeiras doses já foram aplicadas, agora esta sendo realizada a aplicação da segunda dose para profissionais de saúde.

Idosos acima de 80 anos estão sendo cadastrados pra vacinar a partir da semana que vem.

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade da Tribuna de Cianorte.