Câmara julgará sobre pedido de cassação de Dadá na terça-feira

Após quase 80 dias, desde o acolhimento do pedido de cassação pelo plenário e após parecer final da comissão processante pela procedência da denúncia, está marcado para esta terça-feira, 27, às 13h30, na Câmara Municipal de Cianorte, em sessão extraordinária, o julgamento e a decisão pelos vereadores (com voto aberto), quanto a cassação ou não do vereador Adailson Carlos Ignácio da Costa, o Dadá (Podemos), devido a um suposto esquema de ‘rachadinha’ envolvendo o parlamentar e o seu assessor José Santos Bárbara, o Zico.

Dadá só será cassado, em plenário, se, pelo menos, 7 vereadores da Câmara declarem que o vereador denunciado incorreu em alguma das infrações especificadas na denúncia, a qual foi apresentada pelo vereador Afonso Lima (Rede).

Caso seja condenado, ele será afastado das suas funções como vereador e, nesta situação, assumirá a sua suplente, Maria Neuza Casassa (Podemos). Já caso seja absolvido pelos parlamentares, ou seja, não atinja os 7 votos necessários, ainda fica na dependência da Justiça sua volta ao cargo.

Devido ser o denunciante, o vereador Afonso Lima (Rede) está impedido de votar e será substituído, nesta sessão, pelo segundo suplente, Stallone dos Santos Ribeiro (Rede), já que o primeiro suplente, Cleber Junior da Silva (Rede), por motivos pessoais, renunciou ao cargo.

“Portanto, convido a população a participar, de forma online, pelo Facebook ou YouTube, a fim de acompanhar esse importante julgamento para a história de Cianorte, na próxima terça-feira, às 13h30”, finaliza o presidente da Câmara, Wilson Pedrão (Republicanos).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *