Em três meses, Cianorte acumula 186 casos positivos 

A Prefeitura de Cianorte confirmou 186 casos de coronavírus na cidade desde o dia 12 de março, dia que marca os dois primeiros registros da doença na Capital do Vestuário. Em contrapartida, a Secretaria de Estado da Saúde confirma, através de seu boletim epidemiológico diários, que são 179 casos da doença no município. 

Os municípios da microrregião somam 371 casos de coronavírus, de acordo com o último boletim da Sesa divulgado ontem, 12. Os casos são distribuídos entre: Cianorte (179), Tapejara (40), Tuneiras do Oeste (33), Rondon (30), São Tomé (18), Terra Boa (17), Indianópolis e Japurá (16) Guaporema (10), Jussara e São Manoel do Paraná (5) e Cidade Gaúcha (2).

Além disso, são nove óbitos registrados no período na região. Sete cidades confirmaram mortes da doença.

Paraná

A Sesa ainda divulgou ontem, mais 248 novos casos de Covid-19 e 14 óbitos. O Paraná soma, agora, 294 mortes e 8.705 casos confirmados da doença.

Dentre os contaminados, 376 pacientes com diagnóstico confirmado estão internados, sendo 265 em leitos Sistema Único de Saúde (SUS) – 120 em UTI e 145 em leitos clínicos/enfermaria – e 111 na rede privada (42 em UTI e 69 em leitos clínicos/enfermaria).

Todos as 14 pessoas que faleceram, relatadas no boletim desta sexta-feira, estavam internadas. São seis mulheres e oito homens, com idades que variam de 52 a 93 anos. Os óbitos ocorreram entre os dias 5 e 12 de junho.

Curva

Os primeiros casos de Covid-19 no Paraná foram confirmados no dia 12 de março. Na ocasião, a Secretaria da Saúde registrou seis infecções, mas nenhum óbito.

Em abril, um mês depois, também de acordo com o boletim epidemiológico do órgão, passou para 738 casos e 30 mortes. Alcançou 1.906 casos e 113 mortes no dia 12 de maio, até chegar aos números atuais, de 8.457 casos e 280 falecimentos.

Secretário de Estado da Saúde, Beto Preto destacou que o Governo trabalha para reequilibrar os números, evitando assim a opção por um isolamento mais severo.

“Podemos tomar a medida de confinamento, o chamado lockdown, se for necessário, apesar de todo o trabalho para que isso não aconteça. Daqui a pouco vamos ter mais pessoas internadas, mais leitos ocupados, mais gente procurando as unidades de saúde. O sistema pode, sim, colapsar se a curva continuar neste ritmo de crescimento”, ressaltou.

Região possui nove registros de mortes por coronavírus

Uma idosa de 84 anos, moradora de Terra Boa, faleceu no dia 10 de junho, quarta-feira. Ela estava internada desde o dia 30 de maio no Hospital Santa Casa de Campo Mourão. Conforme nota divulgada pela casa de saúde, a moradora teve complicações renais. Está foi o segundo registro de óbito na cidade.

A primeira morte foi registrada no dia 23 de abril. Um produtor rural de 61 anos, morador do Distrito de Malu, estava internado há mais de 20 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Hospital do Maringá e não resistiu. Ele havia frequentado uma reunião familiar e logo foi diagnosticado.

Rondon registrou a primeira morte no município no dia 9 de junho. Uma paciente de 84 anos, com comorbidades, estava internada na Santa Casa de Campo Mourão. Ela foi transferida para a Santa Casa de Cianorte, na noite do dia 8, mas sofreu uma parada cardiorrespiratória logo após a entrada no hospital.

A Secretaria de Saúde de Tapejara confirmou o primeiro óbito na última quarta-feira (10). Um idoso se 79 anos faleceu no dia 8, devido a complicações respiratórias. Ele estava internado e aguardava o resultado dos exames.

Em Guaporema, um homem de 37 anos, com comorbidades, faleceu devido ao coronavírus no dia 3 de junho. Este foi o único registro de óbito no município.

Em Cianorte, a primeira morte devido à doença foi registrada no dia 3 de abril. Um idoso de 80 anos não resistiu e teve complicações relacionadas ao vírus. O paciente estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Cianorte. De acordo com a família do paciente, ele havia realizado um cruzeiro entre os dias 9 e 13 de março, onde provavelmente contraiu o coronavírus.

A segunda morte foi registrada no dia 2 de junho. Um homem de 63 anos deu entrada no na Santa Casa de Cianorte no dia 1° com problemas cardíacos e faleceu no dia seguinte. Devido a suspeita da doença, foram tomadas todas as medidas necessárias e feita coleta para exame. O resultado confirmatório foi emitido nesta quarta-feira, 10.

Cidade Gaúcha também possui um registro de óbito referente ao coronavírus. Uma mulher de 64 anos faleceu no dia 23 de maio, devido à doença. Ela estava internada na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Santa Casa de Cianorte e não resistiu.

Jussara registrou o primeiro e único óbito no dia 7 de abril. Um homem de 72 anos faleceu na cidade de São Paulo. O paciente saiu do município no dia 13 de março sem apresentar nenhum sintoma da doença. Ele apresentou os primeiros sintomas no dia 28 de março, e foi encaminhado pela filha, residente da cidade de São Paulo, a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). No dia 28, ele foi transferido para um hospital e faleceu alguns dias depois.

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link!

  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *