Dezembro já é o mês com maior número de casos de Covid-19 desde início da pandemia

Da Redação

Novembro e dezembro são os meses com maiores registros de positivações de casos de 2019. No mês passado, Cianorte confirmou 531 casos da doença, já neste mês com apenas 14 dias, o município totalizou com 657 casos.

Os dois meses juntos somam 1.188 confirmações e oito mortes e superam o pico registrado entre junho e julho (665 casos e nove mortes), quando a Capital do Vestuário passava por momentos complicados no atendimento hospitalar e número de mortes. Hoje, novamente, o cenário se repete.

Nesta quarta, 14, a Secretaria de Saúde confirmou 81 resultados positivos para a Covid-19. Destes, 41 são mulheres, de 18 a 71 anos; 36 homens, 19 a 76 anos; e quatro são crianças/adolescentes, quatro meses a 17 anos.

Dentre os novos contaminados, 20 tiveram contato com casos confirmados anteriormente. Dois são profissionais da saúde e contaminaram-se no trabalho. Os demais desconhecem a forma de contágio. Uma mulher de 32 anos está internada em leito clínico da Fundação Hospitalar do Paraná (Fundhospar); seis estão recuperados e os demais estão em isolamento domiciliar.

Cianorte registrou 2.391 confirmações, dentre elas 302 estão em isolamento domiciliar, 2.053 estão recuperadas e 24 óbitos foram confirmados. Além disso, outras 137 pessoas estão em monitoramento e 96 em investigação.

Fim de semana

Durante o fim de semana, no sábado, 12, a secretaria confirmou 104 casos de coronavírus, destes 60 são mulheres, de 20 a 68 anos; 42 homens, 18 a 96 anos; e duas crianças, de três e 10 anos.

Dos novos registros, 58 estão recuperados e 46 em isolamento domiciliar. Uma mulher de 29 anos é profissional da saúde e contaminou-se no trabalho; 44 tiveram contato com casos positivados e 59 não sabem como foram contaminados.

Taxa de ocupação

Conforme boletim divulgado pela Fundação Hospitalar do Paraná (Fundhospar) a taxa de ocupação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Sistema Único de Saúde está em 100%. Dos seis leitos disponíveis, todos estão ocupados. Já a unidade clínica (enfermaria) tem uma taxa de 76,92% de ocupação, dos 13 leitos, apenas três estão disponíveis.

No setor de convênios e particulares, a taxa de ocupação da enfermaria é de 50%, dois leitos estão disponíveis e dois ocupados. Na UTI a ocupação também é de 50%, mas por possuir dois leitos, apenas um está disponível.

As idades dos pacientes variam de 25 a 86 anos. Eles moradores de Cianorte, Cidade Gaúcha, Cruzeiro do Oeste, Japurá, Peabiru, Rondon, São Carlos do Ivaí, São Tomé e Tapejara.

Mais de 6,7 mil pessoas morreram em decorrência da Covid-19 no Paraná

Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 329.297 casos e 6.744 mortos pela doença, desde o início da pandemia. Nesta segunda-feira, 14, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou mais 1.146 diagnósticos positivos e 39 óbitos.

O boletim também registra 1.224 casos confirmados retroativos do período entre 20 de maio a 12 de dezembro, que estavam com investigação em aberto e foram computados no sistema.

Há 1.256 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 internados. São 1.055 pacientes em leitos SUS (527 em UTI e 528 em enfermaria) e 201 em leitos da rede particular (80 em UTI e 121 em enfermaria).

Há outros 1.484 pacientes internados, 573 em leitos UTI e 911 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em hospitais das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

Os 39 pacientes que faleceram são 20 mulheres e 19 homens, com idades que variam de 46 e 100 anos. Os óbitos ocorreram entre 7 de novembro e 14 de dezembro.

O monitoramento da Saúde registra 2.861 casos de residentes de fora, sendo que 59 pessoas foram a óbito.

 

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade da Tribuna de Cianorte.