Dengue hemorrágica mata mulher de 36 em São Tomé

A Secretaria de Saúde de São Tomé confirmou nesta quarta-feira, 1º, no fim da tarde a morte da primeira vítima por dengue hemorrágica na cidade. Trata-se de uma mulher de 36 anos, residente em São Tomé, e que estava interna em um dos leitos da Santa Casa de Cianorte desde domingo, 29.

De acordo com informação da secretaria, a paciente teve o primeiro sintoma de dengue e foi notificada no dia 15 de março ainda com leves sintomas da doença.

Durante o último fim de semana, no período da manhã de sábado, 28, a mulher foi consultada por um médico na Unidade Básica de Saúde (UBS) em São Tomé e não apresentou sintomas graves da doença. Porém, à tarde ela voltou à unidade e informou que não se sentia bem.

A paciente foi encaminhada para a unidade hospitalar de referência com sintomas graves da doença e acabou falecendo na noite de segunda-feira, 30, às 22h30.

 

Esta é a segunda morte por dengue registrada na região de Cianorte. Em janeiro, Rondon teve a primeira morte de dengue confirmada. A vítima também foi uma mulher, de 66 anos, que faleceu no dia 12 de janeiro devido a um quadro de dengue agravado devido à hipertensão e diabetes, de acordo com o setor de epidemiologia da Secretaria de Saúde de Rondon.

 

Segundo informações da Sesa, em crianças e idosos o vírus da dengue pode interagir com doenças pré-existentes gerando um quadro mais grave e maiores complicações nas condições clínicas de saúde da pessoa.

A vítima se sentiu mal durante o sábado à tarde, 11 de janeiro, e foi internada no Hospital de Rondon. Durante a noite, ela foi encaminhada para o Hospital Santa Casa, onde faleceu no dia seguinte.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *