Cianorte registra 135 casos de dengue em duas semanas, tendência é de queda

Em duas semanas o número de casos de dengue em Cianorte aumentou em 135 registros, conforme o último boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) na terça-feira, 2. O número total de confirmações chegou a 4.341 casos.

Apesar do aumento, a queda do número de casos é uma tendência em todo o Estado. De acordo com a chefe da Divisão de Prevenção em Saúde, Heloisa Dantas, o tempo frio costuma apresentar uma redução na proliferação do mosquito. “Com a chegada do inverno, nossa região tende a um clima frio e seco, o que reduz a proliferação do Aedes aegypti. Isto porque o mosquito não resiste a baixas temperaturas”, explicou a chefe.

Porém, mesmo com a queda dos números, é importante que a população não deixe de cuidar do seu quintal. “A população não pode se descuidar. O período do frio tem que ser visto como uma oportunidade de estar à frente na guerra contra o mosquito”, acrescentou a chefe da divisão.

Como afirma Heloísa, é preciso que cada um exerça sua função, limpando quintais e colaborando administração. “É preciso tocar a consciência de cada um: a dengue é evitável e a ação de cada um é fundamental para impedirmos que mais pessoas adoeçam e morram”, acrescentou.

Ao todo a região conta com 9.141 casos, 456 registros a mais do que há duas semanas. Além de Cianorte, as cidades que mais apresentam pessoas contaminadas é Tapejara (1334) e Terra Boa (1.443).

Paraná

De acordo com o boletim da Sesa, divulgado na terça-feira (2) com dados da doença, o período de monitoramento da dengue tem início em julho e pela curva epidêmica, a partir do mês atual, a tendência é de queda de casos.

Por esse motivo, desde o último boletim publicado, em 19 de maio, a periodicidade do documento voltará a ser quinzenal, como já ocorreu em anos anteriores.

O total de casos confirmados de dengue é de cerca de 199 mil, referente ao período epidemiológico iniciado em 28 de julho de 2019 até o sábado, 30 de maio. Foram incluídos 18.650 novos casos entre o último boletim e o divulgado nesta terça-feira (02), com uma diferença portanto de 15 dias desde a última publicação. Há casos em 343 municípios do Paraná, sendo que 237 estão em epidemia.

Após a notificação de cada caso, as equipes de vigilância epidemiológica dos municípios desenvolvem a investigação da situação.

 “Nossa tendência é de queda, o que já temos constatado, estudamos isso constantemente e percebemos que os casos estão reduzindo em volume. Mas não baixamos a guarda ainda, temos que avançar no que se refere à prevenção da dengue já pensando no próximo ano”, explicou o secretário Beto Preto.

Entre os 332 mil casos notificados, mais de 73 mil já foram descartados, sendo considerados como resultado negativo para a dengue. As notificações de casos reduziram em relação ao último boletim. Há duas semanas, o Paraná tinha 64.315 em investigação e na data de hoje (02) o informe mostra 59.705 casos. A diferença, 4.610 ocorrências, refere-se a casos que foram encerrados com diagnósticos positivos ou negativos.

 

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade da Tribuna de Cianorte.