Pesquisa registrada pela TRIBUNA previu resultado a três dias das eleições 

As pesquisas eleitorais encomendadas, registradas e publicadas pela TRIBUNA DE CIANORTE na Capital do Vestuário antes das eleições previram a vitória de Marco Franzato com um percentual de votos que variava entre 54 e 65% dos votos conforme os dois levantamentos feios pelos institutos IRG e Paraná Pesquisas contratados pelo jornal.

Na primeira sondagem, que teve coleta de dados recolhida na penúltima semana de novembro, Marco Franzato apareceu na sondagem com 55% dos votos válidos. Considerando a margem de erro da pesquisa que era de quatro pontos para mais ou para menos, entende-se que esse era exatamente o cenário eleitoral em Cianorte faltando pouco mais de 20 dias para as eleições. Essa sondagem só foi publicada na terça-feira, 10 de novembro, porque dois partidos ingressaram com uma representação na Justiça Eleitoral com pedido de liminar atendido pela juíza eleitoral Stela Maris Perez Rodrigues. Foi preciso que o jornal recorresse ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR) em Curitiba para derrubar a liminar e garantir o direito de publicação da pesquisa.

No entanto, o jornal encomendou uma segunda sondagem, desta vez junto ao Instituto Paraná Pesquisas, um dos mais renomados do Sul do Brasil, que também teve sua o pedido para a sua publicação julgado pela Justiça Eleitoral, mas desta vez o pedido foi indeferido e o jornal apresentou os números que indicavam um panorama muito próximo do que aconteceu no domingo.

Na pesquisa Marco Franzato aparecia com 61,4% dos votos, Eliab Vieira (PP) com 19,8%, Victor Davanço (Rede) 16,5%, Professor Domingos (PT) 1,8% e Carlos Destefano (PV) 0,5%. A coleta de dados da sondagem foi feita entre os dias 8 e 11 de novembro e a pesquisa publica a três dias do pleito.

No domingo o resultado mostrou que a pesquisa estava cerca. Marco Franzato foi eleito com 63,1% dos votos. Eliab registrou 22,07%, Victor Davanço 12,40%, Professor Domingos 1,60% e Carlos Destefano 0,82%. A margem de erro da pesquisa também era de 4% para mais ou para menos.

 

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *