Educação

Matrículas para a rede estadual de ensino poderão ser feitas pela internet

As matrículas iniciais devem ser feitas de 28 de outubro a 1º de novembro deste ano
Matrículas e rematrículas para a rede estadual poderão ser feitas online (Foto: Arquivo/Tribuna)

A Secretaria de Estado da Educação do Paraná (SEED) definiu o cronograma de matrículas da rede estadual de ensino para o ano letivo de 2020. A novidade é que a partir de agora o procedimento para matrículas e rematrículas poderá ser feito pela internet.  

As matrículas iniciais devem ser feitas de 28 de outubro a 1º de novembro deste ano. Os pais ou responsáveis pelos estudantes que irão ingressar no 6º ano do ensino fundamental e na 1ª série do ensino médio deverão acessar o site www.areadoaluno.seed.pr.gov.br, e seguir o passo a passo para a realização da matrícula nas escolas estaduais nas quais os alunos forem direcionados pela SEED.

Caso o pai ou responsável queira optar por outra escola, diferente daquela que o aluno foi direcionado, deverá fazer a indicação no formulário de até três escolas de sua preferência.

REMATRÍCULA

Os pais de estudantes que já estão matriculados na rede estadual e que vão para o 7º, 8º ou 9º ano do ensino fundamental, ou para a 2ª ou 3ª série do ensino médio, deverão realizar o procedimento no período de 14 a 25 de outubro, e acessar o mesmo site para confirmar a matrícula. Caso opte pela mudança de escola, deverá também indicar as três instituições de ensino de sua preferência.

CADASTRO DE ESPERA DE VAGAS

Para estudantes que vêm de outro país ou de outro estado ou cidade,   deixando a rede privada para ingressar na rede estadual, ou que apenas desejam mudar de escola, os pais ou responsáveis devem ir diretamente até a instituição de ensino em que estão interessados a partir do dia 2 de dezembro de 2019 para inscrição no Cadastro de Espera de Vaga Escolar (Ceve).

O chamamento para matrícula dos alunos que aguardam vaga e estão cadastrados no Ceve começa em janeiro e é feito de acordo com critérios definidos pela Secretaria da Educação, mas com ordem de prioridade própria para cada escola. Se não houver vagas disponíveis no local, os estudantes serão direcionados para a unidade mais próxima com possibilidade para atendê-los.

No início do ano letivo de 2020, é obrigatória a presença do responsável legal no prazo de até 30 dias do início do ano letivo para entrega da documentação obrigatória e também para a assinatura do formulário de matrícula ou de rematrícula emitido pelo sistema escola web, sob pena de invalidação da matrícula do aluno por falta de documentação.

Importante lembrar que a ferramenta digital não exclui as outras formas de realização das matrículas. Caso o responsável legal ou o estudante maior de 18 anos não tenha acesso à internet ou encontre outras dificuldades poderá realizar a matricula ou rematrícula de modo presencial, diretamente no estabelecimento de ensino no qual foi direcionado.

Todas as informações sobre as matrículas para 2019 estão disponíveis na Instrução Normativa n.º 12/2018 – Seed/Sued.