Saúde

Conferência debateu avanços para vigilância em saúde na região noroeste

A chefe da 13ª Regional de Saúde apresentou os dados locais no evento (Foto: CRISTINA PREZZI / TRIBUNA)

Na manhã desta terça-feira (25), Cianorte sediou a 1ª Conferência Macrorregional de Vigilância em Saúde, que reuniu mais de 300 pessoas no Anfiteatro Cândido Garcia da Unipar. O evento, realizado com objetivo de discutir propostas e políticas publicas  da Vigilância em Saúde e fortalecer o SUS, reuniu representantes das cinco Regionais de Saúde que compõe o noroeste do Estado (Campo Mourão, Cianorte, Maringá, Paranavaí e Umuarama).

Na abertura da conferência, a diretora da 13ª Regional de Saúde, Adriana Batista Gonçalves, destacou a importância da realização de eventos e encontros para a discussão da saúde, “esses momentos oportunizam que cada município opine, com base na sua experiência, e isso faz toda a diferença ao compor os mecanismos de atenção e prevenção”. E ressaltou a importância que o Governo do Estado tem atribuído ao setor da Vigilância. “Temos visto nos últimos anos investimentos inéditos nos municípios, o que comprova a atenção dos nossos gestores”, completou.

O evento seguiu durante todo do dia com atividades que foram finalizadas na eleição dos delegados e suplentes de todas as regionais envolvidas, além da definição de novas diretrizes de saúde, que serão agora apresentadas na etapa estadual do encontro, que acontece no dia 29 de setembro em Curitiba. Em seguida as diretrizes aprovadas serão levadas a Conferência Nacional de Vigilância em Saúde, marcada de 21 a 24 de novembro, em Brasília.