Pesquisa da Secretaria de Esporte e Lazer deve fomentar incentivo à atividade física

O que te motiva a praticar exercícios físicos? E o que te desmotiva, levando a parar? As razões são o objeto de uma pesquisa que está sendo realizada pela equipe da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer em Cianorte. O objetivo é mapear os componentes motivacionais da prática física e esportiva para auxílio no direcionamento dos trabalhos, em especial na formulação de políticas públicas de intervenções para potencializar a manutenção e, consequentemente, minimizar o abandono.

“Trata-se de um levantamento, de forma sistematizada e organizada, com base em questionários da literatura especializada, como o EMI II, que permitem identificar, dimensionar e ordenar fatores vinculados à motivação intrínseca e à extrínseca para a prática do exercício físico. Os dados serão analisados por software e os resultados obtidos serão a base para a criação de novas ações na área, sempre com o propósito de valorizar ainda mais o esporte cianortense, seus praticantes e agentes, rumo à conquista de novos patamares com relação à duração da atividade física, não só para os atletas de rendimento, mas também para quem já se exercita de alguma forma”, destacou a secretária da pasta, Pauliane Moreno Guides.

A iniciativa conta com o apoio de empresas particulares, como academias de musculação e crossfit, espaços de pilates, squash, tênis, beach tennis, entre outros. “Nosso agradecimento a todos que estão colaborando. Essa parceria é essencial para a realização da pesquisa, pois os estabelecimentos abriram suas portas para que nossos professores possam entrevistar os alunos e clientes, uma vez que o público-alvo é composto por pessoas que já praticam atividade física”, salientou a secretária. A meta é alcançar o maior número de participantes possível, dentro do prazo de até 31 de maio. Posteriormente, os dados serão validados cientificamente.

“Aproveitamos para lembrar sobre a importância da atividade física regular para a saúde, não apenas como a ausência de doenças, mas como uma multiplicidade de aspectos para um estado de bem estar completo, que envolve também o mental e o social, ainda mais neste momento de pandemia que estamos enfrentando. Segundo a Organização Mundial da Saúde [OMS], a recomendação é a prática de pelo menos 150 minutos semanais de atividade física moderada ou 75 minutos de intensidade vigorosa, sendo que esses parâmetros podem variar de acordo com a faixa etária. O indispensável é manter-se ativo”, concluiu Pauliane.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *