Dia dos namorados movimenta comércio informal e de serviços

Da Redação

Pelo segundo ano consecutivo, os casais apaixonados precisam reinventar formas de comemorar o Dia dos Namorados por conta da necessidade de distanciamento e restrições sanitárias. A pandemia se tornou oportunidade para quem trabalha no comércio informal, e criou uma necessidade de inventar novas formas de atrair os casais para os bares, motéis, e hotéis da cidade.

Em Cianorte, alguns restaurantes preparam jantares especiais para essa data, tanto presencial, seguindo as normas do decreto municipal, ou em forma de delivery. Na maioria dos restaurantes as mesas serão reservadas, para evitar aglomerações e garantir o atendimento com 50% da capacidade do local.

Os hotéis apostaram em pacotes de hospedagem e jantares românticos servido nos apartamentos, e também opções de cardápios nos próprios restaurantes dos hotéis, Os pacotes de jantar e hospedagem podem chegar até R$ 350. Alguns investiram em um cardápio especial e ambiente decorado para ocasião. Um pacote com jantar romântico, incluso bebidas e música ao vivo pode variar de R$ 100 a R$ 250 por casal.

A gerente do Hotel Goldmen em Cianorte, Eliane Pivetta, contou que a procura esse ano está maior que em 2020, e que no hotel as reservas já estão lotadas. “Nós disponibilizamos 14 mesas para o jantar, e 12 quartos que foram esgotados bem antes do fim de semana. Nosso jantar será oferecido entre às 19 horas até as 20h45, horário permitido pelo decreto. Todo ano a procura para essa data aumenta, os casais sempre querem inovar”, destacou Eliane.

Para quem trabalha de forma autônoma a oportunidade de empreender está em confecções de doces, kits, e cestas temáticas. As redes sociais passaram a ser a principal vitrine para esses comerciantes.

Mayara Murbak é uma das proprietárias da empresa de doces, Mix Gateau, a produção é feita em casa. Esse mês ela trouxe uma inovação para Cianorte, buquês comestíveis de coxinhas doces, opção que é sucesso na internet. Os kits surpresa já têm a entrega inclusa e cartões com frases apaixonadas.

“Nós adaptamos todos nossos produtos e kits para o delivery, reforçamos as embalagens e deixamos mais bonitas e decoradas, produzimos de acordo com a encomenda, e nossos produtos variam de R$ 30 a R$ 200. Temos kits, buquês comestíveis, bolos, e doces gourmets”, destacou Mayara

Clientes discretos

A venda de produtos sensuais é um seguimento que tem conseguido destaque nos últimos anos, a procura durante o mês de junho é ainda maior, principalmente pelas mulheres. Algumas vendedoras desse segmento atendem em domicílio, e correm a frente do comércio regular.

Para Jeane Joice Alves Goscer, moradora de São Tomé, a pandemia trouxe um aumento nas vendas em 50%, o que está ainda melhor no mês de junho.

Os produtos que variam de R$ 8 a R$ 90 reais, são opções de presentes e também consumo para quem não tem um parceiro para presentear.

“Comecei a vender esses produtos  eróticos há dois anos, por vergonha de ir a uma loja física, mas hoje tenho 13 revendedoras, distribuídas nas cidades da região. Meu estoque já acabou, e as vendas de junho superaram todas as expectativas possíveis”, destacou Jeane.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *