ADI-PR

Negócios com PR
A possibilidade de novas parcerias entre o Estado e a Itália foi o tema do webinar “Como Fazer Negócios no Estado do Paraná”, promovido pela Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio e Indústria do Paraná (Italocam) e pela Associação Promo Brasile Italia. O evento online contou com a participação do vice-governador Darci Piana, que citou o novo programa de concessões rodoviárias do Paraná, que prevê a concessão de cerca de 3,3 mil quilômetros de rodovias federais e estaduais. “É uma grande oportunidade para as empresas italianas investirem em um Estado sólido e seguro, como é o Paraná”, salientou.

PL
O plenário do Senado deve analisar, nos próximos dias, projeto de lei que suspende despejos e desocupações por conta da pandemia.  O senador paranaense Oriovisto Guimarães (Podemos) declarou voto contrário à proposição. “Votarei contra.  A generalização da não concessão de despejos atenta contra o direito de propriedade e a garantia dos contratos”, disse.

Ônibus elétrico
O trecho entre Ponta Grossa e Curitiba foi escolhido para sediar os testes nacionais da primeira operação brasileira intermunicipal com ônibus rodoviário elétrico. A novidade é fruto de uma parceria entre a Expresso Princesa dos Campos (responsável pelas viagens), Marcopolo (montadora do veículo) e BYD, maior fabricante mundial de baterias de fosfato de ferro-lítio e de veículos 100% elétricos.

Agronegócio
O agronegócio paranaense anda muito bem. Um recente estudo do Ipardes mostra que a participação do setor no PIB do Paraná é de 33,9%, o que corresponde a R$ 142,2 bilhões. No total, o Paraná gerou 87.804 novos postos de trabalho, a agropecuária paranaense gerou no primeiro quadrimestre 3.838 novos postos de trabalho. O governo incentiva com o oferecimento de crédito a juros mais baixos através de suas instituições financeiras (de crédito).

Recorde
Os portos de Paranaguá e Antonina alcançaram um novo recorde de movimentação de cargas em um único mês: 6.081.904 toneladas transportadas em maio. O volume é histórico e, pela primeira vez, os terminais paranaenses superam o patamar de seis milhões de toneladas movimentadas nesse período. A marca é 5% maior que o recorde mensal anterior, de maio de 2020, quando foram pouco mais de 5,7 milhões de toneladas.

Imunização
O Paraná é o 6º estado do País que mais aplicou vacinas contra a Covid-19 em números absolutos e já ultrapassou a imunização completa (duas doses) de 10,7% da população geral, estimada em 11,5 milhões. O Estado já atingiu a imunização com a primeira dose de quase um quarto da população geral (24,90%) e com as duas doses de 10,77%. No primeiro indicador, é a 4ª melhor média do País. No segundo, que leva em consideração o esquema completo, a média é a 6ª melhor do País.

Lote da Janssen
O Paraná vai destinar o primeiro lote da Janssen para vacinar trabalhadores do transporte. A estimativa do Ministério da Saúde é que as doses cheguem ao Estado até esta sexta-feira (11). Ainda não há um quantitativo definido, mas a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) trabalha com a perspectiva de 150 mil doses. Os imunizantes integram o primeiro lote com 3 milhões de doses disponibilizado ao País pela farmacêutica norte-americana.

Curto Prazo
Ainda sem data confirmada para chegar ao Brasil, o lote com 3 milhões de vacinas contra covid-19 da Janssen tem prazo de validade até o dia 27 de junho. A informação foi confirmada pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. “Entendemos que temos de fazer uma estratégia para aplicar essas 3 milhões de doses em um prazo muito rápido, para não correr o risco de vencer”, disse o ministro. A expectativa do governo é que o restante dos imunizantes cheguem ao País na próxima semana.

Empréstimo facilitado
O Senado aprovou na terça-feira (8), a Medida Provisória que facilita o empréstimo a clientes de bancos. De acordo com o texto, as instituições financeiras públicas e privadas ficam dispensadas de exigir documentação de regularidade fiscal para aprovar o crédito. A medida vale até 31 de dezembro de 2021. O texto vai à sanção presidencial.

Auxílio estendido
O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o auxílio emergencial será prorrogado por pelo menos mais dois meses. Previsto para terminar em julho, o benefício será estendido até setembro, mas esse período ainda poderá ser ampliado, caso a vacinação da população adulta não esteja avançada. ”Nós estamos estendendo para agosto e setembro. Se for necessário, estenderemos mais”, afirmou o ministro.

Judiciário
O líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (Progressistas), criticou o poder Judiciário e disse que chegará um momento em que as decisões judiciais “simplesmente” não serão mais cumpridas.  O comentário sobre as decisões judiciais foi feito sobre a determinação do Supremo Federal Tribunal (STF) para que o governo realize o censo demográfico em 2022. Barros criticou a decisão dizendo que “ninguém vai abrir a porta para o recenseador no meio da pandemia”.

Federações Partidárias
O governador do Maranhão, Flávio Dino, diz que só considerará deixar o PCdoB de fato quando não houver mais chances de aprovação de proposta no Congresso de criação de federações partidárias. Ele tem sido especulado no PSB. O modelo de federações prevê a possibilidade de união de partidos para disputar as eleições como uma grande sigla, com estatuto próprio, que deverá ficar unida em âmbito estadual e nacional por quatro anos.

Prévias presidenciais
A cúpula do PSDB decidiu aprovar por unanimidade as regras das prévias presidenciais do partido que diferenciam o peso de filiados e políticos com mandato — mas deixou brechas para mudanças no modelo a serem votadas na semana que vem, o que deixa o jogo aberto e pode beneficiar João Dória (PSDB). Pelas regras aprovadas, os filiados têm 25% do peso dos votos, Dória quer ampliar a participação para ao menos 50%. A expectativa de tucanos é de que Dória, caso perca as prévias, saia do partido e busque ser candidato ao Planalto por outra sigla.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *