Prefeitura esclarece que servidora acusada de abuso em creche não reassumiu a função

A servidora pública municipal acusa de ter cometido abuso sexual contra crianças em uma creche de Cianorte não foi reintegrada á função conforme reportagem veiculada pela TRIBUNA DE CIANORTE em sua edição impressa de terça-feira (15/09 edição número 8352) e também em sua página na internet.

De acordo com a assessoria de comunicação da Prefeitura de Cianorte, a educadora  continua afastada, ou seja, não reassumiu a função que exercia no CMEI onde trabalhava, conforme determinação do Ministério Público, mesmo com a sindicância que investigou sua conduta não encontrando provas suficientes para que a profissional perdesse o cargo público.

O erro do jornal aconteceu porque com o arquivamento da sindicância, a educadora foi reintegrada aos quadros da prefeitura, mas permanece afastada das suas funções.

“Sendo assim, para reforçar o esclarecimento, reitera-se que a servidora não voltará a exercer as funções do cargo em instituição de ensino, passando a desenvolver outro trabalho que será determinado pela administração municipal”, explicou a prefeitura em nota encaminhada á redação desta TRIBUNA.

 

WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *