MPT confirma pedido de interdição da Avenorte

O Ministério Público do Trabalho de Umuarama confirmou agora há pouco que ingressou com ação civil pública contra o frigorífico Avenorte Avícola Cianorte Ltda. em razão de surto de contaminação do novo coronavírus no estabelecimento e do descumprimento a normas de segurança voltadas à contenção da disseminação da covid-19. A ação foi ajuizada após investigação do MPT em Inquérito Civil Público identificar a existência de centenas de casos da doença em trabalhadores da empresa e constatar que as medidas para evitar as infecções se mostram ineficientes, já que não são acompanhadas de busca ativa e testagem ampla.

A ação foi ajuizada com pedido liminar para que todos os trabalhadores da unidade frigorífica sejam afastados das suas atividades por um período mínimo de 14 dias. Entre outros pedidos, o MPT quer que a empresa seja obrigada a realizar testagem para identificação da covid-19 em todos os seus trabalhadores e que as testagens sejam acompanhadas pela Coordenadoria Regional de Saúde do município de Cianorte. Em caso de descumprimento das medidas, o MPT pede que seja aplicada uma multa diária de 50 mil reais.

A reportagem da TRIBUNA DE CIANORTE tentou contato com a direção da Avenorte, mas pelo horário ninguém foi localizado. Mais informações a qualquer momento no site wwtribunadecianorte.com.br .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade da Tribuna de Cianorte.