“Fão” Manfrinato assume coordenadoria de Novos Negócios da Portos do Paraná

Com forte atuação na diretoria empresarial da Portos do Paraná, comandada por André Pioli, o empresário da cidade de Cianorte, Ângelo Augusto Romão Manfrinato, foi elevado ao cargo de coordenador de Novos Negócios dos portos de Paranaguá e Antonina.

Manfrinato, trabalhando sempre alinhado ao governador Carlos Massa Ratinho Junior, ao diretor presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia e ao secretário de Estado de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex, executa parte do trabalho político e de bastidores da empresa pública.

Bem conceituado e com portas abertas no governo, tanto estadual quanto federal, tem ajudado a Portos do Paraná em diversas frentes. Foi um dos responsáveis pela articulação que levou às comunidades isoladas nas ilhas, que estão localizadas nas áreas de influência dos Portos do Paraná, 1.043 cestas básicas. Participou também ativamente da recepção de navio turístico no Porto de Paranaguá, no final de 2019.

Recentemente, em agosto, esteve junto ao governador Ratinho Júnior apresentando para a bancada de deputados federais do Paraná, o projeto de implantação do Corredor Oeste de Exportação. O novo ramal ferroviário vai ligar o Porto de Paranaguá até a cidade de Maracaju (MS), ampliando a malha operada hoje pela Ferroeste (Estrada de Ferro Paraná Oeste S/A). O encontro ocorreu por meio de videoconferência.

A previsão é que a nova malha ferroviária tenha uma extensão de até 1.371 quilômetros. O projeto, destacou Manfrinato, inclui “a construção de uma nova ferrovia entre Maracaju e Cascavel (Oeste do Paraná); a revitalização do atual trecho ferroviário operado pela Ferroeste, entre Cascavel a Guarapuava; a construção de um novo traçado entre Guarapuava e Paranaguá e de um ramal multimodal entre Cascavel e Foz do Iguaçu”. Como está em fase de elaboração, não há um valor definido para a obra.

“É um projeto extremamente importante, que vai impactar no escoamento da produção do Mato Grosso do Sul, Paraná e Paraguai. Essa obra é parte das ações que buscam transformar o Paraná no hub logístico da América do Sul”, ressaltou Ratinho Júnior. “Um projeto que já nasce vitorioso, unindo dois polos de produção para criar um grande corredor de exportação”, acrescentou.

 WhatsApp Tribuna de Cianorte

Receba as principais notícias de Cianorte e região no seu WhatsApp, basta acessar o link!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade da Tribuna de Cianorte.