Eleitor deve tirar ou regularizar título pela internet, alerta Justiça Eleitoral  

Desde o dia 20 de abril os eleitores podem regularizar o seu título de eleitor, fazer o alistamento eleitoral e transferência de domicílio pela internet. O Tribunal Supeior Eleitoral (TSE) disponibilizou a ferramenta “Título Net” até o dia 6 de maio para que os eleitores regularizem sua situação eleitoral. A medida foi tomada com o objetivo de garantir o isolamento social e prevenir o contágio pelo novo coronavírus.

Conforme o chefe de cartório Fernando César Severino, na ferramenta o eleitor faz tudo sozinho. “Em qualquer mecanismo de busca que o eleitor buscar Título Net, ele será encaminhado ao link que vai explicar os passos que ele deve seguir. É bem fácil”, explicou. O acesso ao Título Net acontece apenas pela internet, pelos sites do TSE ou Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

De acordo com Severino, os passos para uso da ferramenta englobam uma self com o documento de identidade, foto do documento com os dados pessoais e outra imagem do comprovante de residência. “A gente também pede para que o eleitor deixe um e-mail que a gente possa entrar em contato caso algum documento esteja incorreto. Dessa forma, conversamos com ele e regularizamos tudo de forma online”, acrescentou o chefe de cartório.

Apenas a segunda via do título de eleitor não será feita. “O TSE está recomendando o eleitor a baixar o e-título no seu celular. Ele funciona como o título físico e como documento oficial”, afirmou Severino.

Segundo o chefe de cartório, em Cianorte oito mil títulos estão cancelados desde a biometria feita na eleição de 2016. Ele ainda reforça que o Fórum Eleitoral ficou 30 dias sem fazer títulos e desde que a ferramenta foi liberada foram regularizados apenas 10 títulos.

O Cartório Eleitoral ainda não tem data definida para retornar o atendimento presencial ao público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade da Tribuna de Cianorte.