Cianorte perde em casa para o Santos e se complica na Copa do Brasil

Paraná Portal

O Cianorte perdeu para o Santos por 2 a 0, na noite desta terça-feira (01º), no estádio Albino Turbay, e se complicou no confronto da terceira fase da Copa do Brasil. O time santista dominou a partida desde o início e garantiu a vitória com gols de Kaio Jorge e Marinho.
Na volta, o Cianorte tem que ganhar por três gols de diferença para avançar no tempo normal. Se vencer por dois gols, a decisão vai para os pênaltis. Já o Santos pode perder por até um gol de diferença que ainda se classifica. O segundo jogo acontece na próxima terça-feira (08), às 16h30, na Vila Belmiro.
Antes, os dois times entram em campo pelo Campeonato Brasileiro. O Cianorte estreia na Série D contra a Portuguesa, no sábado (03), às 19h, no Canindé, e o Santos joga na Série A diante do Ceará, também no sábado, às 21h, na Vila Belmiro.
O jogo começou com uma polêmica logo no primeiro minuto. Marinho fez a jogada pelo lado direito e caiu após a chegada do zagueiro Maurício. O árbitro Diego Pombo Lopez, perto do lance, mandou o jogo seguir para reclamação dos santistas.
Com mais posse de bola, o Santos dominou toda a primeira etapa e perdeu três chances antes de marcar o primeiro gol. Aos 23 minutos, Luan Peres pegou a sobra e chutou forte da entrada da área. O goleiro Bruno espalmou para frente e Kaio Jorge, de cavadinha, mandou a bola para o fundo das redes.
O Santos seguiu dominando a partida e quase ampliou o placar em duas oportunidades. Aos 31, Lucas Braga tocou de calcanhar para Marinho, que deu um toque por cobertura, mas parou na defesa de Bruno. Já aos 39, o goleiro do Cianorte errou na saída de jogo, Marinho aproveitou e tocou para Gabriel Pirani. O meia ficou de cara para o gol e finalizou para fora.
A segunda etapa começou com o mesmo panorama e o Santos perdendo uma chance atrás da outra. Aos nove minutos, Marinho recebeu cruzamento de Felipe Jonatan e bateu para o meio da área. Praticamente debaixo da trave, Kaio Jorge mandou para fora. E aos 14, Luiz Felipe até marcou o segundo gol, mas o assistente pegou o impedimento.
O Cianorte até esboçou um crescimento na partida, mas o Santos rapidamente recuperou o domínio e perdeu um gol incrível aos 33 minutos. Jean Mota cruzou para o meio da área, Marcos Guilherme apareceu na livre e chutou de primeira. Bruno se esticou todo e fez uma grande defesa. A bola ainda tocou no travessão.
De tanto insistir, o Santos chegou ao segundo gol aos 34. Kaio Jorge recebeu na direita e tocou para trás. Marinho dominou na área, chutou pela primeira vez, mas foi travado pela defesa. No rebote, o próprio camisa 11 chutou forte para estufar as redes.

crédito da foto: (Ivan Storti/Santos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *